Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

04 formas técnicas de se livrar das formigas andarilhas

Diversas formas de como se livrar das formigas andarilhas. Este artigo foi desenvolvido para auxiliar os profissionais de dedetização em relação as principais formas técnicas para se combater as formigas andarilhas.

As formigas urbanas ou andarilhas (tramp) se distinguem da maioria das outras espécies de formigas por apresentarem certas características comuns, o que de certa forma facilitou a sua dispersão por todo mundo.

Essa informação é fundamental para o profissional controlador de pragas que tem como objetivo o controle de infestação de formigas. É importante nessa hora conhecermos todas as formulações químicas disponíveis para prestação de um bom serviço, porém, ainda mais importante é conhecermos a biologia e características básicas de inserção no ambiente interno e externo desses insetos, pois a estratégia de se livrar das formigas andarilhas vai se basear nesse conhecimento.

As ferramentas podem não ser necessariamente os produtos químicos tradicionais e envolver outras técnicas preventivas de grande impacto, uma outra informação de grande avalia é conhecer todas as questões que envolvem as formigas para se ter um combate efetivo.

O que é formigas andarilhas? 

  1. São espécies unicoloniais, o que quer dizer que as formigas andarilhas (tramp) não mostram agressividade com outros indivíduos da mesma espécie, mesmo que pertençam a outros ninhos. São as chamadas sociedades abertas, com troca de indivíduos de um ninho para outro;
  2. Esse grupo de formigas tem tendências migratórias e geralmente estão associadas a ambientes estáveis;
  3. As formigas andarilhas são, no entanto, extremamente agressivas com outras espécies de formigas e as pesquisas demonstram que elas são capazes de deslocar uma espécie ambiente para li se estabelecerem;
  4. A poligamia verdadeira é outra característica das formigas andarilhas, ou seja, não existe agressividade observada entre as rainhas da colônia em que haja a dominância de uma ou mais rainhas perante as demais.
  5. Reprodução e acasalamento das formigas andarilhas – O voo nupcial e acasalamento ocorrem dentro do ninho e não fora dele, como em outros tipos de formigas. A reprodução ocorre por sociotomia ou brota de novos ninhos através da migração de grupos de operarias, crias e rainhas para outro local próximo;
  6. Tamanho e forma – as formigas andarilhas são sempre muito pequenas, entre 1,5 e 2,5 mm e as operarias são monomórficas, têm a mesma forma;
  7. As rainhas das formigas andarilhas de núcleos poligênicos tendem a viver menos, cerca de um ano, tempo bem inferior ao das rainhas monogênicas. Essa aparente desvantagem é superada pela alta capacidade reprodutiva destas espécies em reproduzir novas rainhas;
  8. A ausências de ovários nas operárias é comum a todas as espécies de formigas andarilhas, o que as impede de reproduzir.

Passo 1# Identificação da espécie de formigas andarilhas

Como foi dito anteriormente, controlar formigas andarilhas em estruturas urbanas não é tarefa fácil para as empresas de dedetização. É um trabalho diferente, que vai exigir maior investimento de tempo e recursos das dedetizadoras. A primeira forma é a identificação da espécie de formiga envolvida na infestação. Pode ser uma ou mais espécies presentes e esse dever ser o primeiro trabalho a ser desenvolvido.

As pesquisas demonstram uma certa predominância de algumas espécies, porém não descarta a necessidade de se fazer um exame preliminar, especialmente se essas formigas estão infestando uma área de grande porte, como um hospital, uma indústria de alimentos e até um restaurante.

Os diversos trabalhos recentes feitos em várias partes do país mostram que, apesar de algumas espécies estarem presentes na maioria deles, existem algumas que se destacam em determinadas regiões, como é o caso da Brachymyrmex spp. Essa espécie aparece em trabalhos no cerrado, em Minas e no sul do país, mostrando sua predominância. Sendo assim, o profissional de controle de pragas necessita ter conhecimento básico sobre as espécies chamadas de formigas andarilhas ou tramp species e manter em seu escritório que possa ajudar na identificação ao menos do gênero da espécie em foco.

Esse pré-trabalho vai indicar comprometimento o que, certamente, irá impressionar o cliente. Há uma tabela simplificada preparada por Bueno e Farinha que ilustra os gêneros e serve como importante auxiliar nessa pesquisa.

Passo 2# Localização do ninho das formigas andarilhas

O segundo passo é a localização dos ninhos ou pelo menos da origem das formigas andarilhas. O profissional deve ler alguns trabalhos e observar as diferentes formas de coleta que são apresentadas. Assim, ele poderá utilizar esses recursos para observar o trânsito das formigas no cliente e, por conseguinte, identificar as espécies.

As formigas andarilhas se localizam nas estruturas dentro de fissuras, aproveitando o desgaste dos materiais, em tubulações elétricas, em rodapés, em molduras de portas; externamente fazem seus ninhos em árvores, folhedo, nos espaços entre pedras, em fissuras nas áreas externas de edifícios, nas raízes de plantas. Todos esses pontos devem ser pesquisados antes de ações mais agressivas.

Para ajuda nessa localização do ninho das formigas andarilhas, o profissional técnico pode fazer uso de ferramentas que já são amplamente utilizadas nas pesquisas das formigas andarilhas. Pode usar iscas variadas sem agente tóxico ou simplesmente solução açucara a 25%. As pesquisas indicam que muitas espécies obtêm nutrientes por ação de simbiose com afídeos (pulgões) que expelem uma solução açucarada chamada de honeydew, sendo bastante atrativa para as formigas.

Passo 3# Se livrando das formigas andarilhas com correções nas estruturas da edificação

Esse é um importante passo para obter o combate total, fechar frestas. Uma vez que as formigas andarilhas foram identificadas bem como os locais de origem o momento é de vedação das aberturas que facilitam a montagem dos ninhos. Esses ninhos podem estar dentro de pequenas frestas do piso, de batentes e rodapés, atrás de azulejos ou embaixo ou atrás de prateleiras madeira.

É importante lembrar que a situação estrutural de cada caso é singular e altamente impactante para acomodação das formigas andarilhas. É de grande valia manter um diálogo franco com o cliente no sentido de reduzir ao mínimo essas condições que são favoráveis às formigas e só uma argumentação técnica baseada em informações sólidas pode convencer o cliente a colaborar nesse processo.

Algumas formigas andarilhas possuem predileção maior por determinadas formulações e muitas delas ainda não estão sendo oferecidas ao mercado brasileiro.

Passo 4# Eliminando as formigas andarilhas com produtos químicos

Encerradas as etapas anteriores, chega o momento de utilizar os produtos químicos para eliminar as formigas andarilhas. E estamos de volta ao conhecimento proporcionado pelo estudo dessas formigas. Estamos falando de sociotomia ou brota, a capacidade que as formigas andarilhas têm em formar novas colônias, seja por ação natural ou por agressões e uma delas é o uso de inseticidas sobre as formigas que estão fora do formigueiro.

Quando aplicamos um veneno líquido sobre as forrageiras, estamos contaminando as trilhas de feromônio por elas deixadas provocando a sua desorientação, que um exemplo: com certeza muitas de vocês já utilizaram esse procedimento em clientes e uma semana depois o cliente retorna o contato dizendo que as formigas se espalharam para outros cômodos da casa que até então não havia incidência de formigas, é isso que ocorre quando se utiliza compostos líquidos no combate as formigas andarilhas.

Voltando ao assunto, a consequência disso é uma ação imediata das formigas em retorno ao formigueiro, pelos menos as remanescentes, e o fracionamento das colônias em colônias menores, que vão se espalhando pelo ambiente aumento ainda mais o problema, ao invés de solucioná-lo.

É fato também que as formigas andarilhas somente liberam cerca de 5% de suas operarias para forragear, mantendo o restante abrigado, tornando essa técnica inútil. O uso de inseticidas líquidos tem a sua aplicação quando os ninhos são localizados e vistos por completo, como no caso de Paratrechina ssp, Solenopsis ssp, que costumam fazer ninhos externos. Nesse caso os venenos podem e devem ser aplicados na forma líquida para eliminar totalmente a colônia.

Inseticidas iscas são as melhores opções para combater formigas

Os pesquisadores em geral concordam com a tese de que a melhor forma de se combater e eliminação químicas das formigas andarilhas é através do uso de iscas. As iscas podem ser apresentadas de diversas formas, como grânulos, como gel e como líquido. No Brasil, as iscas líquidas não são permitidas, o que é uma grande perda, pois grande parte das formigas andarilhas preferem soluções açucaradas, que são mais facilmente armazenadas no papo e consumidas.

As pesquisas bem recentes mostram novas tendências na produção das iscas. As iscas líquidas são usadas nos Estados Unidos, porem o seu uso em campo demanda mão de obra intensiva, pois as iscas precisam ser repostas quase que diariamente, pois o açúcar contido nelas fermenta rapidamente e a solução cria fungos, o que tona as iscas repelentes.

Uma pesquisa recente utiliza o conceito já existente dos cristais de polímeros superabsorventes, que retém 300 vezes mais água em seu interior. Esses cristais já são utilizados no setor agrícola para armazenar e distribuir água para as plantas. A pesquisa utilizou um princípio ativo novo, o tiametoxan, na formulação que libera lentamente a água com o composto químico ativo, sem a necessidade de manutenção constante, e os resultados obtidos foram muito promissores.

Isso indica que logo teremos novas formas de iscas para se controlar a população de formigas andarilhas no mercado de dedetização de pragas que poderão trazer um retorno mais interessantes às empresas dedetizadoras.

É permitida a reprodução parcial ou total deste conteúdo em outros sites e/ou blogs desde que mencionada a fonte – Fonte: Ribeira Dedetizadora – http://ddribeira.com.br/

Compartilhe!

Web Design: