Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

APRENDA SOBRE CUPINS DE MADEIRA SECA

Aprenda Sobre Cupins de Madeira Seca – Ribeira DedetizadoraCupins de madeira, estes cupins pertencem à família Kalotermitidae e geralmente vivem em mobiliários. Esses cupins de madeira seca consomem a própria madeira onde nidificam que apresenta menos de 30% de umidade e não mantêm contato com o solo.

O gênero de cupins de madeira seca mais comum no Brasil é Cryptotermes, que abrange espécies introduzidas, sendo que a mais frequente, em infestações de áreas urbanas é o Cryptotermes brevis. Esta espécie de cupim de madeira seca é cosmopolita e sua distribuição mundial é explicada porque não está limitada pela temperatura, uma vez que vive próxima ao homem. Estes cupins de madeira seca são encontrados no interior de residências, inclusive de países frios, como o Canadá, devido ao sistema de calefação.

Acompanhe agora alguns aspectos sobre a biologia dos cupins de madeira seca: Cryptotermes brevis apresenta colônias pequenas, geralmente com centenas de indivíduos, os quais vivem em galerias escavadas na própria peça de madeira infestada. Nestas colônias de cupins de madeira seca não existe um operário verdadeiro e o trabalho interno é desenvolvido por falsos operários, indivíduos de cor creme, que podem se desenvolver e originar um reprodutor.

Veja outros tópicos sobre cupins:

Portanto, nesses cupins de madeira seca a eliminação da rainha não significa a exterminação da colônia. Uma grande parte dos indivíduos da colônia são ninfas e possuem brotos alares. Existe um número muito pequeno de soldados nas colônias dos cupins de madeira seca, mas eles são facilmente reconhecidos por apresentarem cabeças enegrecidas.

Apesar de possuírem fortes mandíbulas, esses cupins são bastantes lentos e possuem a cabeça achatada, que é utilizada para tampar os orifícios do ninho escavado na madeira. Os reprodutores alados dos cupins de madeira seca, os siriris ou aleluias, revoam ao entardecer e noite. Eles são identificados por apresentarem asas iridescentes e não serem muito grandes.

Muitas vezes são atraídos pelas luzes no interior das residências e quando se tenta capturá-los pelas asas, estas se destacam facilmente e ficam na mão do coletor. Também, é muito comum, o encontro de várias colônias próximas, em uma mesma estrutura de madeira, o que provoca um dano visível quando se toca a superfície da peça contaminada, que quase sempre está oca por dentro.

Identificação da infestação por cupins de madeira seca

  • Presença de resíduos granulosos conhecidos popularmente como “pozinho do cupim”. Estes resíduos que são grânulos fecais desses cupins de madeira seca, são eliminados intermitentemente e se acumulam sob móveis ou peças contaminadas. Esses grânulos, quando novos, apresentam a cor da madeira infestada. Contudo, com o passar do tempo, vão oxidando e se tornando escuros.
  • Peça ataca apenas com a superfície intacta, mas que se deforma ou quebra com a pressão dos dedos de uma pessoa. Se a peça apresentar pintura externa, somente o invólucro colorido permanece.
  • Presença de asas iridescentes no local da infestação.
  • Ruídos provocados pelas mandíbulas dos cupins na madeira infestada.
  • Escavação na direção paralela ao veio da madeira. Os cupins de madeira seca geralmente escavam câmaras maiores unidas por galerias estreitas. As paredes internas dessas câmaras são limpas e lisas, sendo que podem estar totalmente preenchidas com grânulos fecais.

Cupins de madeira seca ou brocas?

É comum a confusão na identificação de cupins de madeira seca e brocas, mas se os resíduos eliminados forem uma espécie de um talco fino, a madeira está infestada por besouros conhecidos como brocas de madeira. Vime e cipó, produtos bastante utilizados em artesanatos, têm enorme facilidade de serem atacados por brocas.

As brocas se alimentam da madeira na fase de larva e quando se tornam adultos, os besouros perfuram a superfície para sair. Assim, cada buraquinho na madeira corresponde a um único inseto. O tratamento para brocas de madeira é o mesmo utilizado para cupins de madeira seca.

<h2>Danos causados pelos cupins de madeira seca</h2>

Os principais danos, as peças e estruturas infestadas por cupins de madeira seca são, geralmente, madeiras manufaturadas como móveis, molduras de quadros, pianos, portas, rodapés, forros, vigas de telhado, compensados, além de peças de madeiras antigas encontradas em igrejas e museus.

O crescimento de uma colônia de cupins de madeira seca é lento e os danos só são observados após aproximadamente três anos da formação da colônia. Como os cupins de madeira seca infestam pequenas peças, como uma moldura de quadro, o transporte desses cupins, pelo homem, é bastante fácil e, este fato, contribui muito para a infestação de novas madeiras.

<h2>Disseminação de cupins de madeira seca</h2>

Uma madeira ou móvel pode se contaminar pela proximidade com peças infestadas. Livros, cortinas, roupas ou papéis podem ser perfurados quando bastante próximos destas madeiras infestadas com cupins de madeira seca.

A partir de alados em revoada. Cupins alados podem sair de peças contaminadas durante a revoada e infestar novos móveis ou madeiras. Os alados dos cupins de madeira escolhem fissuras ou buracos de prego para penetrar nessas novas peças de madeira ou mobiliários.

Compartilhe!

Web Design: