Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

Mosquitos

Mosquito Aedes Aegypti

Mosquito Aedes Aegypti

Mosquitos

Mosquitos

Atualmente, no nosso município, nos interessa conhecer dois gêneros de mosquitos: o Aedes e o Culex. As fêmeas de Culex picam à noite e as do Aedes durante o dia.

Os mosquitos nutrem-se de seiva de plantas e somente as fêmeas picam, devido à necessidade de sangue para a maturação dos seus ovos.

A presença de água é fundamental para a existência de mosquitos porque é o meio pelo qual formam-se os criadouros, possibilitando ao mosquito completar o seu ciclo de vida.

Outro fator decisivo é a temperatura que, ao redor de 25ºC, favorece o desenvolvimento mais rápido e ao maior número de descendentes. Por esses motivos, a população de mosquitos tende a aumentar nas épocas de primavera e verão.

As fêmeas do gênero Culex quase sempre colocam seus ovos em águas poluídas, eclodindo após 48 horas. Os ovos são colocados diretamente na água, num conjunto de 100 a 300 ovos chamado “jangada”, devido ao fato de ficarem flutuando. Os adultos vivem cerca de 30 a 60 dias.

As fêmeas do gênero Aedes aegypti (importante transmissor de doenças), colocam seus ovos na parede dos recipientes com água limpa, próximo à linha d’água.

Em condições ambientais desfavoráveis, os ovos podem permanecer viáveis por vários meses até um ano. Nestas condições, podem ser transportados a grandes distâncias, quando os recipientes contendo ovos são levados para outros locais. Os adultos vivem cerca de 45 dias.

Os mosquitos de ambos os gêneros estão perfeitamente adaptados às condições urbanas. A grande disponibilidade de criadouros artificiais com água limpa, tais como latas, pratos de vasos para plantas, pneus, frascos, garrafas, permite que o Aedes complete o seu ciclo biológico. A existência de criadouros naturais como córregos poluídos, lagos, valetas de esgoto, favorecem o desenvolvimento do Culex.

 

Veja também:


Ciclo de vida dos mosquitos e agravos a saúde

Web Design: