Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

Cupins

Cupins

Cupins

Os cupins, também chamados de térmites (do latim, termes = verme), formigas brancas, siriris ou aleluias, são insetos pertencentes à ordem Isoptera (do grego, isos = igual, ptera = asas), onde os alados apresentam dois pares de asas q uase iguais. O nome cupim é de origem Tupi e, portanto, genuinamente brasileiro.

Os cupins, assim como as formigas, são insetos sociais, havendo completa interdependência entre os indivíduos. Vivem em colônias organizadas em castas: um par real (rei e rainha) que são os reprodutores (férteis), os operários e os soldados (estéreis).

Em uma colônia saudável também se encontram alados, ovos e jovens. Soldados e operários são designados castas neutras por serem estéreis, porém preservam o sexo genético, bem como os resquícios do aparelho genital e das gônadas, correspondentes ao respectivo sexo.

As comunidades de cupins vivem em estruturas especiais denominadas de “ninhos”. O conjunto, comunidade e ninho constituem a colônia. O ninho é construído pelos operários que utilizam diversos materiais, como madeira, barro, partículas do solo, ou fezes.

Espécies de Cupins

Espécies de Cupins

A alimentação dos cupins é constituída basicamente de materiais de origem vegetal (celulose): madeira viva, madeira morta em decomposição, detritos vegetais, húmus e solo com vários teores de matéria orgânica, além de fezes (principalmente de herbívoros) e eventualmente partes vegetais vivas, lenhosas ou não (raízes, tubérculos, colmos, frutos, inflorescências).

Assim, os cupins classificam-se como herbívoros e decompositores. Entretanto, os cupins urbanos podem atacar materiais de natureza bastante diversa como: gesso, plástico, couro, tijolos, argamassa, mantas impermeabilizantes, etc.

Porém, os cupins não se alimentam desses materiais, apenas atacam podendo ou não ingerí-los. Apenas a madeira e produtos com celulose são alimentos, os outros não celulósicos são eliminados sem serem digeridos.

Cabe aos operários buscar, preparar e distribuir os alimentos boca a boca (trofalaxia) para os indivíduos da colô nia, resultando em um dos principais fatores para a manutenção da organização social.

Operários e Soldados dos Cupins

Operários e Soldados dos Cupins

Os problemas com cupins vêm crescendo e causando prejuízos econômicos, sentimentais e patrimoniais cada vez maiores em diversas áreas urbanas no Brasil e do mundo.

Provavelmente, o impacto ambiental provocado pelo processo de urbanização desenfreado e a alta plasticidade biológica dos cupins têm contribuído para esse aumento.

Os cupins ao se alimentarem, atacam e destroem diferentes tipos de materiais e estruturas presentes nas áreas urbanas, como por exemplo: vigas, caibros, ripas, forros, pisos, rodapés, portais, móveis, instrumentos musicais, livros, obras de arte, postes, mourões, cercas, dormentes, etc.

As principais espécies de cupins consideradas pragas urbanas no Brasil podem ser classificadas de acordo com o modo de construção de seus ninhos em:

Cupins de madeira seca: Cryptotermes sp, Cryptotermes brevis
Cupins de solo: Coptotermes gestroi, Heterotermes tenuis, Heterotermes longiceps, Heterotermes assu
Cupins arborícolas: Nasutitermes spp, Nasutitermes corniger

 

Veja também:


Ciclo de vida dos cupins e prejuízos financeiros

Web Design: