Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

Cupins e Formigas Voadoras: Como Saber a Diferença?

Cupins e Formigas voadoras são a mesma coisa? Se você tem dúvidas sobre o assunto, então saiba que não é o único. Confira as diferenças entra cupins e formigas voadoras.

Assim como você, muitas pessoas também olham esses dois insetos e quase sempre acabam fazendo confusão.

Principalmente quando há algum tipo de infestação em casa, em que a quantidade de insetos é bem maior do que o normal. Contudo, apesar de serem relativamente parecidos, é possível identificar algumas diferenças entre eles.

Veja também:

Conheça os cupins voadores

Soluções caseiras para acabar com formigas

Como eliminar cupim de madeira seca

Como eliminar formigas na cozinha

E nesse artigo, você saberá mais sobre Cupins e Formigas voadoras e como identificar e diferenciar cada um com mais facilidade. Confira!

Cupins e Formigas voadoras: Como eles são?

Para entender a diferença entre cupins e formigas voadoras, vamos falar, primeiramente, sobre a aparência de cada inseto.

No caso dos cupins, eles podem ter de 5,5 milímetros até 2,5 centímetros. A cor deles pode variar bastante. Mas, de modo geral, eles podem ser pretos, brancos ou marrons.

Por sua vez, as formigas voadoras apresentam, no máximo, 2,5 centímetros e também são mais comuns nas cores preta e marrom. Além disso, as espécies de formigas são muito parecidas. O que diferencia mesmo é o tamanho.

As Formigas de carpinteiro, por exemplo, são muito maiores do que as formigas domésticas odoríferas.

Quais as principais diferenças de aparência entre os Cupins e Formigas voadoras?

Por conta do tamanho, muitas pessoas acabam confundindo Cupins e Formigas voadoras.

No entanto, saber diferenciar esses insetos é fundamental na hora do combate a esses parasitas. Afinal de contas, os produtos usados para matar formigas são diferentes dos usados em cupins.

Além disso, toda a estrutura de infestação também muda. Mas, existem alguns aspectos que você pode observar para conseguir diferenciar esses dois tipos de insetos:

Asas

A primeira grande diferença entre Cupins e Formigas voadoras está em relação as asas. Enquanto os cupins possuem dois conjuntos de asas do mesmo tamanho, as formigas possuem conjuntos com tamanhos diferentes.

Em um primeiro momento as asas podem até parecerem iguais, mas, se observar com mais cuidado conseguirá ver claramente essa diferença.

Cintura e Antenas

Mais uma das formas de diferenciar essas pragas é através de detalhes em relação à cintura e as antenas. A cintura dos cupins é reta e pequena. Já as formigas voadoras possuem uma cintura comprimida.

As antenas desses dois tipos de insetos também são diferentes. As das formigas são tortas, enquanto as dos cupins retas. Uma olhada mais longa no inseto irá te ajudar a identificar o tipo.

Perda das asas

Esse é um detalhe que deixa muita gente irritada. É comum entrar em um quarto infestado, e encontrar um verdadeiro mar de asas descartadas.

Se esse for o seu caso, saiba que a infestação é de cupins. Isso porque, apenas eles podem perder as asas, e isso ocorre na época de acasalamento.

As formigas voadoras, por sua vez conseguem ficar com suas asas durante todo o ciclo de vida.

Principais diferenças comportamentais entre Cupins e Formigas voadoras

Apesar da aparência ser uma das formas mais fáceis de diferenciar Cupins e Formigas voadoras, você também pode observar os comportamentos desses insetos. Eles têm modos de agir diferentes que podem facilitar esse tipo de identificação.

Confira abaixo alguns dos aspectos comportamentais que diferenciam esses dois animais:

Dieta

A primeira grande diferença comportamental entre Cupins e Formigas voadoras é em relação a dieta.

As formigas focam apenas em alimentos, principalmente em doces. Além disso, esses animais focam muito em criar reservas de alimento para alimentar o resto da colônia.

Já os cupins possuem uma alimentação a base de celulose. E é justamente isso que torna eles um problema bem maior.

Isso porque os cupins vão consumir tudo, desde madeira, até plantas, papeis, móveis bem como qualquer outra fonte de alimento que apresente celulose em sua composição.

Por isso, uma infestação de cupins pode gerar problemas gigantescos em pouquíssimo tempo. Eles possuem um poder destrutivo muito alto.

Hierarquia

Em relação a hierarquia, não há tanta diferença entre Cupins e Formigas voadoras. Isso porque, os dois tipos de insetos vivem em uma estrutura de classes. Ou seja, cada inseto possui sua função dentro do grupo, e precisa desempenha-la para manter a colônia funcionando de forma saudável.

Basicamente existem três classes primarias em uma colônia. 

Classe trabalhadora

A trabalhadora engloba fêmeas e machos que atuam na grande maioria das tarefas de construção e manutenção da colônia. Elas constroem, reproduzem, buscam alimento e muito mais.

Por ser uma classe que se baseia muito na exploração para manter a colônia funcionando, normalmente é ela que causa os maiores danos em móveis e estruturas.

Classe dos soldados

A segunda classe é a de soldados, que como o próprio nome diz, tem como função proteger e defender a colônia. Ela também é composta por fêmeas e machos, a única diferença é que os soldados possuem uma cabeça grande e mandíbulas maiores.

Um fato curioso é que por conta das mandíbulas grandes, eles não conseguem se alimentar como as outras classes. Logo, as formigas e cupins dessa classe dependem diretamente da classe dos trabalhadores para fornecer uma alimentação que eles consigam consumir.

Outro fato curioso é que os soldados de primeira linha possuem um instinto de proteção tão alto que, a qualquer sinal de alerta, jogam suas cabeças contra a madeira para avisar os demais.

Classe dos cupins alados

A terceira classe é de cupins alados. Eles são aqueles que possuem a vida sexual mais ativa. São eles que têm a tarefa primordial de reprodução (apesar da classe trabalhadora também desempenhar essa função) e são justamente eles que perdem as asas.

Eles se acasalam, normalmente entre a primavera e o verão, perdem as asas e procuram um novo ninho.

As formigas possuem classes muito parecidas com os cupins. Assim como eles, elas presam pela manutenção da colônia.

A classe de soldados possui mandíbulas enormes, assim como a classe de defesa dos cupins. Contudo, na classe das formigas é composta inteiramente por fêmeas.

Além disso, as mandíbulas dos soldados não são usadas apenas para defesa, mas, também, para transportar objetos.

As formigas também possuem a classe de trabalhadoras. Ela representa a maior parte da colônia e também é composta apenas por fêmeas, que geralmente são mais velhas.

Elas têm como função cuidar da rainha, bem como das jovens formigas. Além disso, elas ajudam diretamente na construção e expansão do formigueiro.

As formigas também possuem a classe de Voadoras. Composta apenas por fêmeas, essa classe tem como objetivo sair no verão para construir uma nova colônia. Um detalhe curioso sobre as formigas que pertencem a esse grupo é que elas cortam suas próprias asas para servir de fonte de proteína para a colônia.

Por fim, a última classe das formigas são os alados. Eles são os únicos machos e têm como única função a reprodução. Eles voam juntamente com as voadoras, se acasalam e morrem logo em seguida.

Fatos que podem te ajudar a identificar Cupins e Formigas voadoras

Além de todas as diferenças acima, alguns fatos podem te ajudar a identificar Cupins e Formigas voadoras:

Cupins não conseguem acabar com grandes objetos de madeira em pouco tempo

Existe esse velho mito de que os cupins conseguem destruir móveis inteiros ou até mesmo casas de madeira em pouco tempo. Apesar deles usarem a madeira como fonte de alimento, essa afirmação é um mito.

Eles não conseguem causar um dano assim em horas ou poucos dias. Se você teve um móvel ou estrutura totalmente destruído por cupins, provavelmente eles estão ali faz algum tempo.

Asas em comparação ao corpo

Mais um dos fatos que pode te ajudar a diferenciar esses dois insetos é o tamanho das asas. As formigas possuem asas na mesma proporção do corpo. Já os cupins podem ter asas com o dobro do tamanho do corpo.

Apesar de ser um detalhe mais difícil de notar ao olhar rapidamente para o inseto, isso já ajuda na identificação.

Estágio de metamorfose

Outra diferença primordial entre Cupins e Formigas voadoras são os estágios de metamorfose. Esse é um detalhe que exige um acompanhamento mais de perto.

Enquanto os cupins passam por estágios graduais de metamorfose, as formigas seguem um sistema completo de transformação, que inclui ovos, larvas, pupas e finalmente um adulto.

Já os cupins possuem apenas as fases ovos, ninfa e adulto.

Lugares para ver formigas e cupins

Mais um dos detalhes que pode te ajudar a diferenciais Cupins e Formigas voadoras é o lugar de avistamento. É comum ver formigas dentro de cômodos de sua residência, principalmente na sua cozinha. Isso porque elas estão em busca de fontes de alimento para construir a nova colônia.

Já os cupins não são tão fáceis de se localizar. Dificilmente você verá um cupim voando pela cozinha. Eles geralmente estão escondidos em algum local com fácil acesso a madeira. Afinal de contas, é essa a fonte de alimento deles.

Logo, é mais comum ver esses insetos em sótãos e porões.  Além disso, qualquer lugar com muitos móveis de madeira pode ser um potencial local de infestação.

Formato do corpo

As formigas de modo geral possuem uma cintura mais fina se comparada ao resto do corpo. Logo, é possível ver pequenas divisões no corpo desse tipo de inseto.

Já o cupim parece ter uma única seção mais cumprida, uma vez que a sua cintura é reta.

Cor das asas

Mais um dos fatores que pode te ajudar a identificar Cupins e Formigas voadoras é a cor das asas. No caso das formigas, suas asas são tão claras e transparentes que é possível ver até mesmo as veias que passam nelas.

Já os cupins possuem asas mais acinzentadas.

O que fazer em caso de infestações de Cupins e Formigas voadoras?

Sabendo como identificar Cupins e Formigas voadoras, você poderá tomar algumas atitudes para evitar a proliferação e acabar com infestações. Cada tipo de inseto exige um tratamento especial, mas, existem alguns métodos que podem ser usados em ambos.

É o caso da terra de diatomáceas. Esse é um produto natural amplamente utilizado no combate de pragas. Isso porque, além de ser extremamente eficaz, ele não é prejudicial para animais de estimação e crianças.

Ela age de maneira bem simples. Quando o inseto passa por cima da terra diatomáceas, ele perde uma camada protetora que ajuda na retenção de água. Com isso, ele passa a desidratar rapidamente até a morte.

Tudo o que você verá são as cascas mortas pelo chão da casa. Você pode espalhar esse produto pelos principais locais de avistamento dos insetos, como cozinha, porão e sótão.

Mas o ideal é procurar um serviço de dedetização especializado. Apenas profissionais especializados poderão identificar com certeza o tipo de praga que está te assolando, e qual o tamanho da infestação.

Com base nessas informações, eles poderão escolher produtos e métodos mais adequados que acabem de uma vez por todas com o seu problema, e que caibam no seu orçamento.

Sabendo diferenciar Cupins e Formigas voadoras, será mais fácil lidar com cada tipo de inseto. Lembre-se, eles exigem métodos de extermínio diferentes. Logo, é essencial identificar o tipo de praga que está afetando a sua casa antes de tomar qualquer atitude.

É permitida a reprodução parcial ou total deste conteúdo em outros sites e/ou blogs desde que mencionada a fonte – Fonte: Ribeira Dedetizadora – https://www.ddribeira.com.br/

Compartilhe!

Web Design: