Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

ESCORPIÃO: COMO COMBATÊ-LO

ESCORPIÃO COMO COMBATÊ-LOEscorpião, Como Combatê-los? Acompanhe nossas sugestões e aprenda a evitar, afastar, eliminar e Combater Escorpiões Amarelo e Marrom!

Perigosos e resistentes, os escorpiões devem ser alvo da atenção das imóveis residências e comerciais. Escondidos em locais escuros e sem a devida limpeza, estes animais peçonhentos se proliferam nos períodos chuvosos, como no inverno. Cuidados e prevenção é a saída para Combater os Escorpiões, assim como o controle químico contra escorpiões, também conhecido como dedetização é uma ótima opção.

Esporadicamente, ocorrem, em diversas regiões do Brasil, infestações de escorpiões. No momento, cidades do interior paulista sofrem com o crescente número destes animais peçonhentos, trazendo medo e insegurança para a população. Em algumas situações, órgãos públicos de saúde consideram a invasão dos escorpiões como epidemia. Os imóveis residenciais e ou comerciais, também, enfrentam este problema, principalmente nas áreas verdes. Atualmente são conhecidas muitas espécies de escorpiões distribuídas pelo mundo. No Brasil as espécies mais importantes pertencem ao gênero Tityus, destacando-se as espécies Tityus serrulatus (escorpião amarelo) e Tityus bahiensis (escorpião marrom). Em todo Brasil, cerca de 500 acidentes mensais com escorpiões.

Nas áreas, os escorpiões concentram-se em locais com infestação de baratas, em terrenos baldios, onde haja acúmulo de entulhos e materiais de construção em jardins sem a devida conservação que não costumam realizar o controle de pragas. Ocasionalmente, eles são encontrados em residências que não apresentam estas condições, podendo a infestação ser oriunda de terrenos baldios e casas abandonadas na vizinhança. O escorpião, por meio da sua picada, injeta veneno na vítima, causando dor local, com ou sem sinal. Crianças de 0 a 7 anos e idosos, constituem o grupo onde ocorrem os casos mais graves de escorpionismo (envenenamento).

Eles vivem em ambientes úmidos e escuros. Costumam ficar em caixas de esgoto e telefone, restos de construção, quintais, lixo, troncos apodrecidos de árvores, fendas e bueiros. Os escorpiões se alimentam de outros animais, como baratas, aranhas, cupins e até mesmo de pequenos vertebrados. Nas épocas chuvosas ocorre maior número de incidências, pois coincide é por partenogênese, ou seja, os óvulos não precisam ser fecundados. Não existe macho nessa espécie. Nascem de 18 a 20 filhotes por ninhada. Por isso, devem merecer especial atenção a presença e Combate de Escorpião em áreas domiciliares e de lazer, como os jardins.

Prevenção é a nossa dica para Combater os Escorpiões 

Sendo assim, manter a limpeza da casa e de seus arredores, evitando o acúmulo de lixo e entulhos, ajuda na prevenção do aparecimento e Combate de Escorpiões, que podem ser atraídos pela disponibilidade de abrigo e pelos animais que fazem parte de sua dieta e vivem nestes ambientes. Aconselha-se, ainda, vedar a soleira das portas, manter os ralos fechados, sempre verificar calçados e roupas antes de vesti-los e usar luvas para manipular entulhos ou cuidar do jardim.

Usar telas ou ralos de abrir e fechar nos banheiros, tanques e pias. Desinfetar os locais, periodicamente, com água morna e água sanitária ou vinagre. Limpar quinzenalmente e manter em bom estado de conservação, as caixas de esgoto e gordura. Ao fazer a dedetização dos imóveis contra insetos e baratas, é de extrema importância, pois os escorpiões estão indo para as edificações a procura de alimentos. Estas são ótimas formas de Combater Escorpião.

A dedetização específica para escorpiões tem garantia de eficácia, mas os inseticidas, de modo geral, só agem quando em contato direto com os escorpiões. Ela deve ser adotada como último recurso ou em caráter de urgência com altas infestações no interior do imóvel. Mas, se o proprietário quiser fazer a dedetização específica para escorpiões, deve procurar uma empresa idônea, que tenha químico ou veterinário ou biólogo, para acompanhar o processo.

Controle químico: mais uma forma de Combater Escorpiões

O hábito dos escorpiões se abrigarem em frestas de paredes, embaixo de caixas, papelões, pilhas de tijolos, telhas, madeiras ou mesmo podendo estar localizados em quintais e jardins de residências, em fendas e rachaduras do solo (onde a espécie Tityus bahiensis costuma se aprofundar até 2 metros), juntamente com sua habilidade para ficar escondidos de 2 a 3 meses sem se movimentar, tornam o Combate de Escorpião com tratamento químico convencional com inseticidas tradicionais, mais os métodos usuais de aplicação, bastante ineficazes.

Os escorpiões são bastante sensíveis à ação de inseticidas. Na realidade, tornam até perigosos se forem utilizados produtos que possuem ação irritante e repelente. Isto pode causar o desalojamento destes animais, aumentando o risco de acidentes, tanto quando aplicados no interior das residências, como no exterior, espalhando esses animais para áreas vizinhas.

Uma boa alternativa para o Combate de Escorpião é utilizar produtos microencapsulados, pois o escorpião, na região ventral, possui os pentes, que são apêndices abdominais suis generis, não encontrados em nenhum outro animal, dotados de quimiorreceptores, que se movimentam “varrendo” a superfície por onde caminham. Também quando o animal está em repouso, o seu corpo toca o solo inteiramente, aproximando os estigmas pulmonares da superfície.

Deixe um comentário para – Escorpião: Como Combatê-lo

Compartilhe!

1 comment on “ESCORPIÃO: COMO COMBATÊ-LO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Design: