Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

INCÔMODO DOS POMBOS

INCÔMODO DOS POMBOSIncômodo dos Pombos: Os pombos incomodam muita gente. Controle da população de pombos evita atos de crueldade.

Qualquer animal que se reproduza desenfreadamente vai causar algum transtorno a alguém. Infelizmente, essa é uma realidade cada vez mais concreta no mundo, tendo em vista a ocupação humana dos hábitats naturais dos animais silvestres. Podemos falar de morcegos, macacos, de pombos. Ah, os pombos…

Essa ave vem gerando muitas discussões, e não é de hoje. Dar comida aos pombos pode ser um problema, pois muitas pessoas vão dizer que essa atitude está ajudando na proliferação acelerada das tais pragas urbanas.

É importante ressalta que a oferta ou escassez de alimentos tem influência direta na reprodução dos pombos. Em locais onde há fartura de alimentos, ocorre aumento da reprodução e, portanto, aumento da população. Se há escassez, a população de pombo se mantém em equilíbrio; por essa razão, recomenda-se que não os alimente. Em razão da insistência de muitas pessoas em superalimentar os pombos, as colônias crescem e causam transtornos ao meio ambiente e à saúde pública. Isso é fato.

Reduzir a alimentação ou mesmo proibi-la é uma tendência natural de muitas cidades que se viram invadidas pelos pombos. E aí começam os problemas, uns dizem que os pombos causam doenças, já os defensores dizem que não.

As fezes dos pombos são componentes de alta propagação de microrganismos patogênicos, exigindo, assim, limpeza e higienização constante dos locais infestados.

Para limpar fezes de pombos proceda da seguinte forma:

  1. Umedeça as fezes com água;
  2. Aplique desinfetante;
  3. Água sanitária ou outro produto que tenha efeito semelhante;
  4. Realize esse procedimento até que o local fique completamente limpo e descontaminado.

Os pombos não causam apenas incômodo, podem transmitir doenças que causam problemas graves de saúde 

As principais doenças transmitidas pelos pombos são:

  • Histoplasmose;
  • Criptococose;
  • Salmonelose;
  • Ornitose;
  • Dermatites;
  • E alergias.

Agora imagine a sujeira: um pombo produz, em média, 2,5 quilos de fezes por ano. Com esse volume, pode ocorrer entupimento de calhas e tubos e sua consequente oxidação. Nos locais onde essas colônias se encontram, graças às sobras de alimentos, também é comum a proliferação de ratos, baratas e moscas.

Para algumas pessoas, nada disso é relevante. Entretanto, há uma imensa discussão a respeito do tema. Mas que os pombos incomodam muita gente, isso é indiscutível.

Além da contaminação do ambiente por fungos e bactérias, há também a questão da sujeira, que é nitidamente visível nos imóveis, praças, igreja e outros locais públicos: os pombos fazem ninhos nos aparelhos de ar-condicionado, nas telhas, nas calhas e em outros locais inconvenientes. As fezes são ácidas. Além de sujar, danificam pinturas, superfícies metálicas, fachadas e esculturas.

Uma coisa é certa: envenená-los ou criar armadilhas que os maltratem é completamente condenável, inaceitável mesmo. (Veja abaixo o que fala sobre a Declaração Universal dos Direitos do Animal aprovada pela Organização Educacional, Científica e Cultural das Nações Unidas, Unesco.) Aliás, nem precisaria lei ou algo do gênero para proteger os animais, bastaria um pouco de compaixão e de amor ao próximo, mesmo que este seja um animal.

Espícula antipombo: o repelente moderno contra pombos

Um item que promete espantar os pombos: o “espeto” ou espícula antipombo. Na Europa, já se usa, há muito tempo, esse tipo de produto, e atualmente existe uma variação de formato muito grande. Ele é uma maneira de repelir os pombos sem machucá-los, o “espeto” ou espícula impede, com eficácia, o pouso e a permanência de pombos no local onde ele for instalado. Esse repelente é instalado com grande facilidade graças à praticidade com que se encaixam seus componentes. Não requer manutenção e oferece grande resistência a intempéries. Parece que seus problemas com pombos acabaram!

Confira as vantagens da espícula antipombo:

  • Dispositivo de grande eficiência contra pouso e permanência de pombos nos locais.
  • Uma vez avistado pelo pombo, inibirá a aproximação dele.
  • Não requer manutenção.
  • Material utilizado à base de náilon.
  • Alta flexibilidade.
  • Grande resistência a intempéries.
  • Longa vida útil.
  • Locais de instalação: beirais, parapeito, vigas, sancas, calhas, aparelhos de ar-condicionado, muros ou qualquer local frequentado pelas aves.
  • A fixação pode ser feita através de parafuso ou cola de contato.
  • Indicado para condomínios, residências, escolas, igrejas, lojas, indústrias, hotéis, hospitais, restaurantes, casa de shows, aeroportos, portos, museus, etc.

Declaração Universal dos Direitos dos Animais aprovada pela Unesco:

  1. Todos os animais têm o mesmo direito à vida.
  2. Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.
  3. Nenhum animal deve ser maltratado.
  4. Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres em seu hábitat.
  5. O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca abandonado.
  6. Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.
  7. Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.
  8. A poluição e a destruição do meio ambiente são consideradas crime contra os animais.
  9. Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.
  10. O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

Deixe um comentário para: Incômodo dos Pombos

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Design: