Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

Ratoeira adesiva para ratos: Como fazer e como funciona?

Ratoeira adesiva pega ratos, aprenda como fazer e como funciona? A solução para pequenas infestações de ratos. Se você está sofrendo com esta praga, já sabe das dificuldades para acabar com ratos, mas, já testou ou ouviu falar na ratoeira adesiva?

Como todos sabemos, os ratos podem ser traiçoeiros e simplesmente, roubar as iscas de ratoeiras tradicionais.

Uma ratoeira adesiva elimina este problema de forma definitiva e pode ser comprada ou, você pode fazer por conta própria, comprando apenas, uma cola apropriada.

As ratoeiras adesivas é uma das formas mais efetivas para se livrar da infestação, principalmente, porque, se bem-feita e utilizada, não há escapatória para os bichos.

Ou seja, nada dos ratos roubarem a isca e escaparem impunes, mas, esta é apenas uma vantagem e falaremos um pouco sobre outras adiante.

Adicionalmente, vamos te dar as dicas sobre como fazer uma ratoeira adesiva, caso ache que as prontas não são adequadas para o seu caso.

Seja como for, ambas são relativamente baratas, restando apenas, ver qual é a melhor opção para você.

Como funciona a ratoeira adesiva?

Mas, como funciona a ratoeira adesiva? A lógica é simples e efetiva: uma substância pegajosa, espalhada em uma superfície grande o suficiente, com uma isca bem no centro.

Muitas destas colas, inclusive, vêm com cheiros que atraem os ratos, mas, o segredo está na área da armadilha.

Ou seja, você precisa ter uma área maior do que o corpo do rato e as iscas, não podem ficar nas pontas, para evitar que o bicho coma sem pisar na cola.

O ideal é combinar as duas atrações (isca mais cola com cheiro), mas, elas funcionam isoladamente, sem maiores problemas.

O segundo segredo está na localização. A substância grudenta não deve ficar exposta ao tempo, portanto, é uma armadilha adesiva para acabar com ratos no interior da casa.

Mais importante ainda, é preciso colocá-la nos locais de passagem dos ratos, para ser mais efetiva.

Afinal, nenhum rato virá até o centro da sala, por maior que seja a guloseima, enquanto alguém estiver por perto.

Para dar algumas ideias, você pode posicionar a ratoeira adesiva atrás dos móveis da cozinha ou, nos locais em que encontrar sinais da presença dos bichos.

Uma vez que o rato entre na armadilha, a cola prende sua pele e pelos; quanto mais se debate para sair, mais preso fica.

O efeito é imediato e por isso é preciso usar colas específicas para este fim.

Como fazer uma ratoeira adesiva?

Para fazer uma ratoeira adesiva em primeiro lugar, como já dissemos, é preciso comprar a cola adequada, o restante do material é possível improvisar.

Na verdade, você vai precisar apenas de uma folha de papelão e alguma isca apropriada, de preferência, grãos ou sementes, porque não estragam rápido.

De posse de todos os itens, basta seguir o seguinte roteiro:

  • Abra o papelão (não utilize uma caixa fechada); 
  • Passe uma camada grossa e irregular de cola em um dos lados (não precisa alisar, apenas distribuir pela superfície); 
  • Prenda um punhado de grãos ou sementes bem no centro.

Se quiser colocar em um canto da casa, você pode fazer uma dobra no papelão. Esta dobra tem a vantagem de prender o rato pelas laterais do corpo.

Também pode fazer duas dobras nas pontas, para criar um corredor; o mais importante é sempre utilizar um papelão maior que os ratos que está caçando.

Mas, esta é apenas uma alternativa. A outra, caso não queira se dar a este trabalho, é comprar a ratoeira adesiva pronta.

Como dissemos, ambas funcionam bem e tem inúmeras vantagens sobre as ratoeiras tradicionais, então, vamos falar um pouco sobre isso.

As vantagens da ratoeira adesiva

Algumas das vantagens da ratoeira adesiva você já deve estar imaginando, mas, talvez, não tenha pensado em todas:

  • Outros animais: pois é, a cola é feita para pegar ratos, mas, é tão grudenta, que prenderá muitos insetos, caso existam na casa. Não é o seu objetivo principal, mas, se puder aproveitar para se livrar de algumas aranhas no processo, porque não?
  • Pulgas: quando mata ou captura um rato, as pulgas podem pular do animal e continuar pela sua casa. Usando a ratoeira adesiva, a tendência é que elas pulem para a cola, ao redor do rato, ou seja, você se livra delas também.
  • Descarte: com o rato preso, não é preciso fazer mais nada, além de jogar fora o corpo, com ratoeira e tudo; colocando uma nova no lugar e repetindo o processo, até acabar com a praga definitivamente.

Além disso, como também são baratas, estas armadilhas adesivas não têm rival, desde que você siga as orientações básicas de uso.

Mas, há alguns poucos cuidados a tomar, sobre os quais ainda não falamos. Não é nada demais, mas, é importante que saiba.

Cuidados básicos com ratoeiras adesivas

Para começar, se for fazer você mesmo, basta lembrar que estamos tratando de uma substância que cola pele.

Ou seja, crianças, gatos, cachorros e outros bichos de estimação podem ficar grudados na armadilha.

Como a última coisa que você quer é uma armadilha de ratos pendurada no focinho do seu cachorro, só há duas soluções.

A melhor delas, é planejar bem o local em que colocará a ratoeira adesiva, isolando ou mesmo, impedindo o acesso de outros animais a ela.

A segunda, é utilizar óleo vegetal em abundância para desgrudar a armadilha da pele, o que pode ser um transtorno, por isso, é melhor se prevenir contra incidentes.

Mas, este pequeno cuidado, também nos lembra de um outro detalhe que você precisa saber.

Muito provavelmente, o rato estará vivo quando o encontrar preso na armadilha e aí, a questão é como prefere lidar com a situação.

Primeiro, pode descartar a armadilha do mesmo jeito e deixar o bicho morrer de fome no lixo. Não é uma boa ideia, além de ser meio cruel.

Se for amante de animais (ainda que sejam ratos), pode levar a armadilha para longe e tentar liberar o rato.

Vai dar trabalho, há um grande risco de ser mordido e o único jeito de fazer isso é ensopando o rato em óleo vegetal.

Se decidir por este caminho, use luvas grossas e tome cuidado, o bicho estará bastante assustado.

Por último, a solução mais simples e acreditamos, a preferida de quase todo mundo: uma batida firme e forte na cabeça do animal, como tiro de misericórdia.

Certamente, é menos perigoso para você e também, um método menos cruel do que apenas deixá-lo morrer devagar.

Se serve de consolo, como o rato estará sobre a armadilha, não precisará limpar nada, apenas descartar.

Conclusão: Melhor método para acabar com ratos?

Sem dúvida alguma, a ratoeira adesiva é prática, barata e muito funcional, desde que você siga as instruções básicas que demos neste artigo.

E há uma alternativa sobre a qual ainda não falamos: pode ser utilizada em conjunto com outros métodos, inclusive, ao lado de ratoeiras tradicionais.

Afinal, se lembra do título deste artigo, estamos pensando em pequenas infestações, porque no caso de uma invasão, é melhor combinar com outras estratégias.

Principalmente, com limpeza constante, porque como sempre alertamos, ratos são atraídos por comida e abrigo.

Ou seja, se não quer passar o resto da vida aprisionando, mas, acabar com ratos de uma vez por todas, precisa eliminar as fontes de comida.

Da mesma forma, é uma boa ideia verificar pontos de entrada na casa, tapando todos os buracos que conseguir, com materiais que eles não consigam roer.

Uma boa limpeza no quintal também é bastante aconselhável, já que os bichos devem estar vindo de algum lugar.

Além disso, considere o uso de repelentes e outros remédios naturais para ratos. Inclusive, já escrevemos um artigo, aqui mesmo, sobre este assunto.

Desta forma, combinando métodos, você atinge melhor seu objetivo, em caso de uma invasão em larga escala.

Mas, se estivermos tratando de aparições em pequeno número, então, não há dúvida de que a ratoeira adesiva é a melhor forma de acabar com ratos. 

É permitida a reprodução parcial ou total deste conteúdo em outros sites e/ou blogs desde que mencionada a fonte – Fonte: Ribeira Dedetizadora – https://www.ddribeira.com.br/

Compartilhe!

Web Design: