Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

Sanitização de Ambientes Covid-19 o Que é e Como Funciona?

Sanitização é um processo de desinfecção no qual se utiliza sanitizantes em ambientes para se livrar de vírus e bactérias, como o Covid-19 (Coronavírus) e micro-organismos causadores de infecções. Aprenda e faça você mesmo com nosso guia de sanitização e seja um expert em sanitizar ambiente!

Saiba tudo sobre a importância da sanitização de ambientes, como funciona a aplicação de sanitizantes no ambiente doméstico e empresarial para se combater o Covid-19, como fazer antes e após a sanitização para que o ambiente fique protegido do novo Coronavírus.

Entenda como é feita a sanitização agora mesmo e deixe o ambiente sanitizado livre de vírus e bactérias, dentre eles o Covid-19! Adotamos as medidas da Anvisa para que possamos oferecer o que há de melhor para nossos clientes. Temos como finalidade cumprir as exigências ou recomendações de higiene exigidas por esse órgão fiscalizador.

Se você é de SP e necessitar de um orçamento sem compromisso entre em contato conosco e solicite uma cotação “Sanitização de Ambientes Preço”.

Todos sabemos que mesmo após uma boa faxina muitos dos fungos, bactérias e ácaros ainda podem se encontrar no ambiente, já que uma limpeza que não tenha o objetivo de eliminar microrganismos dificilmente vai conseguir higienizar completamente o recinto. A sanitização é a solução.

Para isso, existem técnicas especiais capazes de impedir e eliminar a proliferação de microrganismos. E entre os métodos mais eficazes está o serviço de sanitização de ambientes.

Você provavelmente deve já ter ouvido sobre esse procedimento de sanitização de ambiente. Ele ficou muito conhecido nos últimos tempos, pois grande parte dos sites especializados em limpeza relacionaram sanitização de ambientes e covid-19, depois que a China o utilizou no controle microbiológico no interior e exterior de prédios residenciais e comerciais.

Contudo, talvez você ainda não conheça essa ferramenta empregada no combate a agentes que agridem nossa saúde. Nesse caso continue lendo esse texto e descubra tudo que precisa saber sobre o assunto, a sanitização de ambientes.

Aqui trataremos não apenas do que é, mas também da relação entre a sanitização de ambientes e covid-19, para que ela serve, como pode ser aplicado e daremos ainda dicas de outros procedimentos que podem ser realizados para garantir que o seu lar ou empresa estejam tão higienizados quanto possível.   

O que é sanitização de ambientes?

A sanitização de ambientes trata-se de um processo capaz de combater o novo Coronavírus (Covid-19) e microrganismos nocivos, que podem causar danos a nossa saúde, como vírus, bactérias e fungos que provocam doenças como bronquite, asma, renite, dentre outras doenças.

Esse tipo de higienização é feito com ferramentas e soluções desinfetantes especificas que exigem cuidados profissionais. E que eliminam até 99,9% dos agentes patogênicos, desde que bem aplicado.

Esse processo de sanitização se difere de outros oferecidos no mercado, como a limpeza, higienização e esterilização de ambientes. Você sabe por que?

A limpeza é a simples remoção de sujeira das superfícies, já na higienização, logo após a limpeza é realizada a desinfecção do ambiente, o que elimina grande parte dos germes, bactérias e vírus.

A esterilização, também chamada de sanitização, por sua vez, é um procedimento que elimina totalmente os germes, inclusive seus esporos por meio de processos específicos.

Para que serve a sanitização de ambientes?

A sanitização combate a disseminação de diversas doenças causadas por agentes infecciosos presentes no ambiente pelos mais variados motivos, como ar poluído, poeira ou pelo contato com pessoas infectadas, no caso do Coronavírus.

Além disso, a sanitização também proporciona uma sensação de leveza e bem-estar a aqueles que frequentam o ambiente. E contribui para a conservação de alimentos e objetos, já quem sem mofo e bactérias, os materiais se deterioram com menos facilidade e, consequentemente, tem uma vida útil maior.

Como a sanitização de ambientes é feita?

A sanitização de ambientes funciona da seguinte forma, assim que a equipe de profissionais chega ao ambiente de vai ser desinfetado e sanitizado eles o isolam, apenas durante a realização do serviço. Utilizando os equipamentos de proteção individual adequados e instrumentos de alta tecnologia a solução sanitizante é aplicada.

Seguimos as normas do Ministério da Saúde, a sanitização de ambientes é feita com o uso de quaternário de amônia para desinfecção de superfícies que possam ter sido contaminadas pelo Coronavírus. Mas, existem outras soluções sanitizantes que podem ser utilizadas com diferentes fins.

Atualmente, além dessa são empregadas na sanitização também, como princípios ativos nos processos de salinização de ambientes, a biguanida polimérica (PHMB) e o cloro com seus derivados.

A ação química do sanitizante cria uma película sobre a superfície em que ela foi aplicada, mata os microrganismos e protege o objeto da proliferação de outros agentes.

É importante dizer que, durante a sanitização de ambientes, todas as superfícies são nebulizadas, ou seja, são cobertas por uma fina camada da solução sanitizante. Essas superfícies incluem pisos, paredes, estofados e todos os tipos de objetos, como quadros e eletrodomésticos.

Após a aplicação, os profissionais esperam que a solução faça efeito e passam para o processo de remoção do material.

Uma das grandes vantagens desse tipo de procedimento, a sanitização, além da desinfecção completa do ambiente, é que ele é livre de riscos. Além de não ser inflamável ou corrosivo, também não é prejudicial aos seres humanos, animais ou meio ambiente e não deixas ou odores.

Procedimento que devem ser realizados antes do serviço de sanitização de ambiente

Existem algumas coisas que devem ser feitas antes que a sanitização do ambiente comece a ser realizado para garantir uma melhor eficácia e a proteção de animais e equipamentos. São eles:

  • Retirar lençóis, fronhas e capas que cubram colchões e estofados em geral;
  • Cobrir eletroportáteis que possam ser danificados por líquidos, como TVs e computadores;
  • Cobrir aquários;
  • Retirar do ambiente potes de alimentos de animais;
  • Abrir gavetas e armários para que eles também sejam limpos por dentro.

Procedimentos que devem ser realizados após o serviço de sanitização de ambientes

Também existem algumas regras e procedimentos que devem ser realizados após a sanitização de ambientes. Os principais são:

  • Animais e pessoas não devem entrar no ambiente por no mínimo 2 horas. O ideal seria esperar 4 horas após a aplicação.
  • Assim que entrarem no ambiente o piso deve ser limpo, para remover os resquícios de produto que estavam no ar e caíram no chão depois das 4 horas de espera.

Onde a sanitização de ambientes pode ser aplicada?

O serviço de sanitização de ambientes pode ser feito em qualquer espaço. Mas, ele é mais recomendado para ambientes com grande circulação de pessoas ou alto risco de contaminação, como:

  • Fabricas: é importante pois existe grande fluxos de funcionários, especialmente se a indústria trabalhar do setor alimentício, onde a contaminação pode trazer graves prejuízos a saúde da sociedade em geral;
  • Clínicas, consultórios e hospitais: Esse tipo de ambiente também merece tratamento especial já que os pacientes podem carregar vírus e bactérias da rua e isso pode causar graves infecções nos frequentadores do lugar;
  • Escritórios, lojas, hotéis e até veículos que transportam grande quantidade de passageiros, como ubers e ônibus.
  • Ambientes residenciais, como prédios e condomínios também tem procurado esse tipo de serviço para a prevenção de Covid-19.

Qual a frequência de renovação da sanitização de ambiente contra Covid-19?

Como todo processo de limpeza, a sanitização de ambientes deve ser feita periodicamente. Quando se trata de ambientes internos, recomenda-se realiza-la pelo menos a cada três meses para garantir a melhor eficácia do procedimento.

Contudo, nos tempos atuais, em que temos que conviver com o Coronavírus, manter uma frequência maior de sanitização de ambientes é fundamental para que possamos combater adequadamente a proliferação do vírus que pode estar no ar ou nas superfícies.

Recomenda-se para comércios, industrias e escritórios, a realização da desinfecção ao menos uma vez por semana, mas o ideal é realiza-la diariamente, já que o ambiente é de uso coletivo e tem grande circulação de pessoas.

A sanitização de ambientes combate o Coronavírus?

Como dito anteriormente, a sanitização combate a proliferação de diversos microrganismos, incluindo os vírus e, entre eles está o Coronavírus, causador da Covid-19 que está no ambiente. Essa técnica está recomentada pelo Ministério da Saúde e pela ANVISA para o controle da doença.

Alguns relatórios da Agência de Proteção Ambiental dos EUA mostram, inclusive, que o controle do vírus acontece em 10 minutos depois do contato com a solução sanitizante.

Essa é uma saída tão eficaz que diversos países a adotaram como uma medida de combate ao Covid-19, utilizando-a em vias públicas e locais com muita circulação de pessoas, como rodoviárias, hospitais, clinicas e até condomínios.

No Brasil, por exemplo, algumas cidades tem as ruas e locais públicos desinfetados periodicamente, por conta do Coronavírus. Há também estações de metrô que recentemente adotaram a sanitização para limpar os passageiros.

Em ambos os casos é utilizada uma solução de 0,05% do produto sanitizador e água, que mata os micro-organismos. Diferentemente de outras substâncias, o quaternário de amônia não é tóxico à saúde humana, não causa manchas nem corrói as superfícies.

No entanto, é de extrema importância ressaltar que a ação desinfetante só acontece no momento da aplicação, ou seja, terminado o processo de sanitização, assim que as superfícies estiverem secas, o trânsito de pessoas contaminadas pode provocar a nova contaminação do ambiente, por isso é necessário manter o cuidado.

Além da sanitização quais outros métodos de limpeza podem ser aplicados no ambiente para deixa-lo higienizado?

Gostou da relação entre a sanitização e Covid-19? Pois saiba que existem muitos outros procedimentos que podem ser tão eficientes quanto a sanitização no combate ao vírus. A seguir estão algumas técnicas que podem ser utilizadas como complemento para garantir um resultado ainda melhor.

Ozonização do ambiente

Caso você não saiba, o poder de limpeza é uma das principais características do ozônio e, por isso, o uso doméstico e dentro de empresas tem aumentando exponencialmente, devido a necessidade de realizar uma higienização adequada de superfícies, alimentos, entre outras coisas.

Entendendo isso, o mercado lançou diversos produtos, como torneiras e até ozonizadores de ar. Esse último tem a capacidade de descontaminar o ar de ambientes.

Atualmente existem ozonizadores dos mais diversos tipos e com as mais variadas funções, capazes de exterminar bactérias e vírus, incluindo o causador da COVID-19 e proteger aqueles que frequentam o lugar de pegarem Dengue, já que o mosquito transmissor da doença não costuma frequentar lugares com bons níveis de ozônio.

Hidrojateamento

Locais de acesso também podem e devem ser protegidos de Coronavírus. Nesses lugares a melhor opção é, sem dúvidas, o Hidrojateamento.

Esse procedimento utiliza água em alta pressão e é extremamente eficiente em limpezas de lugares sujos por substancias que são difíceis de tirar, como crostas, óleos, resíduos líquidos ou pastosos e demais detritos e sujeiras.

Essa técnica pode ser utilizada em diversas superfícies e objetos como, fachadas, tanques, reservatórios, vidros e também para a limpeza e desobstrução de esgotos e caixas de gordura.

Quando se trata de limpeza direcionada a prevenção do Covid-19 é comum que os profissionais apliquem uma solução desinfetante e após uma pausa para deixar o produto agir, eles executam a lavagem com Hidrojateamento.

5 dicas para encontrar uma boa empresa para sanitização de ambientes

Para realizar a sanitização dos ambientes é importante que você conte com o suporte de uma empresa especializada no assunto. E para garantir um resultado satisfatório é importante que você dê muita atenção a escolha da empresa contratada. E não esqueça que o tempo gasto com isso é um investimento que evitará problemas futuros.

Para te ajudar nesse processo de contratação trouxemos 4 dias para que você acerte em fechar o serviço com uma empresa de higienização e encontrar a que oferece o melhor serviço de sanitização. Vamos a elas:

1. Analise a experiência no mercado

Um dos principais fatores a serem analisados é, sem sombra de dúvidas, a experiência que a empresa tem nesse mercado, já que, quanto mais trabalhos ela já fez, mais preparada ela está para realizar o serviço para você.

Para saber sobre isso é interessante que você entre em contato com profissionais que já trabalharam ali ou procure na internet pelo nome da empresa, a fim de encontrar possíveis reclamações ou elogios online.

2. Confira os padrões de qualidade e as ferramentas utilizadas

Todas as empresas dizem realizar um bom trabalho, mas a verdade é que bom trabalho depende do referencial que está sendo usado, não é? Afinal, o que é bom para você pode não ser o bastante para o seu vizinho.

Pensando nisso, sempre que possível, confira o trabalho da empresa que está prestes a contratar e pergunte a clientes antigos qual a opinião deles.

Outro ponto importante é garantir que os materiais e equipamentos são de qualidade e estão em perfeito estado, a fim de minimizar os possíveis problemas que possam ser caudados por conta de uma falha desse tipo.

3. Saiba como os funcionários são treinados

Fique atento também a capacitação dos funcionários, para garantir que eles foram bem treinados e estão aptos a realizar o serviço da melhor forma possível. Isso garante não apenas que ele saiba executar a tarefa, mas também que seja capaz de lidar com situações que não estavam previstas.

Além disso, um profissional bem treinado utiliza todos os equipamentos de segurança e isso evita que você tenha problemas com acidentes dentro da sua empresa ou residência.

4. Acompanhe o atendimento

Embora você não possa ficar no ambiente enquanto ele está passando pelo processo de sanitização, tente acompanhar o processo de perto e dar atenção aos profissionais que estão aí para realiza-lo.

Além disso, mantenha uma comunicação clara e faça previamente todos os apontamentos que achar necessários, pois isso é um fator determinante para que o trabalho seja feito da melhor forma possível, especialmente quando se trata de um processo com relações tão importantes, como o que há entre a sanitização de ambientes e Covid-19.

5. Garanta que os produtos sanitizantes usados são de qualidade

Não confie em empresas que prometem utilizar produtos de sanitização milagrosos que deixarão seu ambiente limpo para sempre. Fique sempre atento e pergunte a empresa quais produtos sanitizantes serão usados no ambiente e antes de fechar o negócio garanta que eles são certificados pela ANVISA e apropriados para esse uso.

Uma pesquisa rápida na internet deve ser o suficiente para que você encontre essas informações e tenha certeza de que os produtos aplicados em seus móveis, paredes e piso são de qualidade e não trarão problemas para o que é seu.

Conclusão

O processo de sanitização de ambientes, quando realizado de forma apropriada, por profissionais confiáveis e com materiais adequados é sim muito eficiente contra o Covid-19 e muitos outros agentes patogênicos que podem causar graves problemas de saúde.

O serviço de sanitização é aprovado e reconhecido no Brasil pelo ministério da saúde e pela ANVISA, além de ser recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e utilizado por diversos países ao redor do mundo, com diferentes frequências de aplicação e soluções sanitizantes.

Contudo, esse não é um procedimento de desinfecção novo. Ele sempre foi utilizado principalmente em industrias de produtos alimentícios e tem se tornado popular devido a necessidade de limpar os ambientes e prevenir as pessoas que frequentam lugares públicos de serem infectadas por Coronavírus.

Para que sua realização seja feita correntemente, sem causar danos aos frequentadores do ambiente e trazendo melhores resultados, existem algumas coisas que devem ser feitas antes e depois do início do serviço, como cobrir eletrônicos que possam ser estragados pelo contato com líquidos e esperar 4 horas para entrar no ambiente.

Outro ponto importante a ser considerado é que outros procedimentos podem complementar a sanitização de ambientes covid-19, como é o caso da ionização e do Hidrojateamento, fazendo com que você obtenha melhores resultados.

Nesse texto você viu muita coisa sobre a relação entre sanitização de ambientes e covid-19 bem como funciona o processo de desinfecção.

Entendeu tudo certinho como funciona a sanitização de ambientes?

Então aproveite todas as dicas que encontrou aqui. Não se esqueça de recorrer a sanitização de ambientes covid-19 principalmente caso você seja gestor ou dono de lojas e industrias ou empresas que lidem com a grande circulação de pessoas, pois assim você protege os seus clientes, funcionários e até você mesmo e sua família.

Outro ponto importante é realizar esse procedimento o mais regularmente possível e com os materiais e profissionais certos. Para isso você pode seguir as nossas dicas de como escolher uma boa empresa para realizar esses serviços para você.

Gostou do que encontrou aqui? Esperamos ter te ajudado a conhecer e entender a sanitização, o método eficaz de combate ao Coronavírus no ambiente para que você possa utiliza-lo da melhor maneira possível.

É permitida a reprodução parcial ou total deste conteúdo em outros sites e/ou blogs desde que mencionada a fonte – Fonte: Ribeira Dedetizadora – https://www.ddribeira.com.br/

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Design: