Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

DETETIZAÇÃO OU DEDETIZAÇÃO?

Dedetização ou DetetizaçãoDetetização ou Dedetização? Contra as pragas Detetização é a forma de combater os insetos indesejados.

Dedetização ou Detetização? Segundo o dicionário Aurélio, a forma correta é dedetizar. O verbo dedetizar vem da palavra dedetização e é um neologismo da substância Dicloro Difenil Tricloretano (popularmente chamado de DDT). O DDT foi o primeiro pesticida usado em larga escada no país, depois da Segunda Guerra Mundial. Portanto, o nome correto é Dedetização.

Recapitulando: A confusão entre Dedetização e Detetização já existe a tanto tempo que quase não se percebe a confusão feita entre o significado da palavra. Entretanto, de acordo como o dicionário Aurélio, a forma correta de se referir à aplicação de inseticidas é Dedetizar. A palavra “dedetização” tem como origem o pesticida Dicloro Difenil Tricloretano, o popular DDT, muito utilizado após a Segunda Guerra Mundial, e que há um bom tempo foi proibido por ser muito tóxico. Com o passar do tempo, o termo dedetização acabou sendo usado de uma maneira geral para definir qualquer substância similar, como acontece com algumas marcas que servem para referenciar determinados produtos como Bombril, Gillete, Coca Cola, etc.

Sabe aquelas formigas que sempre aparecem na cozinha ou no canto de algum cômodo da casa? Esses indesejáveis insetos podem causar várias doenças. E os ratos heim? Eles são de dois tipos: o camundongo e o rato preto que se abrigam dentro das casas e nos telhados; e as ratazanas que vivem nos esgotos ou surgem nos terrenos baldios.

Já as baratas são as campeãs de proliferação. As fêmeas põem até oito ootecas e dentro de cada uma delas existem de 30 a 48 baratinhas. E o que dizer das pulgas? Um parasita que tem um complicador: se hospeda nos nossos bichos de estimação, como cães, gatos. E pode transmitir ao homem doenças graves, como a peste e o tifo.

E não é só em casa. A presença de pragas em ambientes comerciais pode revelar um grave problema com a higiene, comprometendo a qualidade dos produtos ou serviços. Isso é inadmissível, principalmente nas empresas que trabalham com alimentação e as cozinhas industriais. Nas escolas, hospitais ou em outros setores, a detetização e controle de vetores e pragas também tem que ser feito sempre.

Por isso a detetização e a desratização são importantes para acabar com tudo isso. A empresa que faz esse trabalho tem o know how e os produtos certos para identificar os focos de infestação e controlar as pragas, sem perigo para a saúde da família ou da empresa. E hoje em dia os produtos usados de detetização são bastante seguros. Em poucas horas, a pessoa já pode retornar ao ambiente detetizado.

Detetizar é preciso?

Sim, detetizar é essencial. O período que antecede o chamado inverno amazônico é o momento ideal para a prevenção e combate de pragas que costumam invadir as casas e empresas.

Manter o ambiente, seja residencial ou comercial, livre das pragas urbanas é essencial não só para higiene do local, mas também para a saúde humana. Existem inúmeros tipos de pragas que podem estar presentes e nós sequer imaginamos. Os mais comuns são: cupim, roedores, mosquitos, formigas, baratas e moscas, é importante lembrar que o método de detetização, assim como a utilizados de inseticidas varia de acordo com a praga a ser combatida.

Em determinadas épocas do ano, a casa fica cheia de baratas, por isso é preciso detetizar o ambiente. Pragas urbanas como baratas, mosquitos, moscas e cupins passam por uma aceleração natural do seu metabolismo durante as épocas quentes, o que faz com que eles saiam de seus esconderijos para os ambientes em busca de alimento, gerando assim as temidas infestações. No inverno ocorre o oposto: o metabolismo dos insetos é naturalmente reduzido (este fenômeno é conhecido como “diapausa”). A detetização age de maneira a combater as pragas, mantendo o ambiente limpo. Existem produtos diferentes e específicos para cada tipo de praga, bem como as técnicas de aplicação.

Os cuidados com a detetização devem seguir algumas orientações

  • Contrate somente empresas especializadas para realizar o serviço e que possuam licença da Vigilância Sanitária. A aplicação do veneno da detetização sem a técnica e o equipamento de segurança adequados pode causar intoxicação.
  • É importante contratar uma empresa que faça também a limpeza do forro e ofereça garantia do serviço, normalmente de três meses.
  • Aguarde de 4 a 6 horas para retornar ao ambiente após a detetização.
  • Para gestantes e crianças pequenas é aconselhável aguardar pelo menos 8 horas. Ao retornar, abra portas e janelas para deixar o local bem ventilado.
  • Não acompanhe o serviço de detetização se a empresa não tiver equipamentos de segurança para lhe fornecer, como por exemplo: máscara descartável. A Anvisa proíbe o acompanhamento sem o uso desses acessórios.
  • Confira se a sua caixa d’água está tampada, evitando a reprodução do mosquito da dengue e outros insetos urbanos.

Ao fazer uma detetização em casa ou em uma empresa, é importante que todos os vizinhos e moradores façam juntos na mesma época, pois é fundamental um ambiente que não ofereça condições para que as pragas se multipliquem, caso contrário, elas acabam migrando para outro local propício a proliferação. A frequência da detetização depende do espaço de cada um, algumas pragas tem um ciclo de vida curto como, por exemplo, a Blatella germanica, conhecida popularmente como francesinha. Neste caso, recomenda-se dedetizar o ambiente a cada três meses.

Em locais sem infestação e com pouca oferta de alimento e em ambientes o recomendado é realizar a detetização a cada 06 meses. Já em estabelecimentos om grandes infestações e condições de proliferação, como restaurantes, indústrias, recomenda-se intervalos de 45 à 90 dias.

Existem vários métodos para a aplicação de produtos da detetização e isso vai variar de acordo com o tipo de praga que se quer eliminar. As condições do ambiente também interferem. Vale mencionar as ações não químicas que são um conjunto de procedimentos preventivos chamado controle integrado de pragas que visam eliminar ou minimizar os riscos de ocorrência.

Compartilhe!

2 comments on “DETETIZAÇÃO OU DEDETIZAÇÃO?”

  1. Pingback: Dedetização: Como é Feita a Dedetização? – Ribeira Dedetizadora

  2. DEDETIZADOR Responder

    bom dia! estou aqui na minha empresa e preciso de orientação profissional. Tem uma mula aqui de funcionaria, que diz que o correto é DEDETIZAÇÃO, por outro lado eu acredito que o correto é DETETIZAÇÃO. Afinal, qual o correto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Design: