Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

O Grande Perigo das Pragas Urbanas

A presença de pragas urbanas pode trazer como consequências doença na família ou enormes prejuízos materiais, uma simples pulga encontradas nos pelos de gatos e cachorros podem atacar o homem, pois animais domésticos vivem muito próximos do ser humano, se esta pulga estiver como hospedeiro natural os ratos, ela pode transmitir ao homem por uma simples picada até mesmo a “peste bubônica” conhecida também como “peste negra” e que pode ser fatal.

O problema é que as pulgas de ratos podem se transferir para os cães e gatos quando eles frequentarem locais infestados pelos roedores, fica entre nós, não dá para saber de onde vem a pulga que incomoda um simples cãozinho, o melhor a fazer é sempre prevenir através de uma boa dedetização.

A RIBEIRA Dedetizadora e Desentupidora, cita algumas pragas urbanas, dentre as principais espécies encontradas em áreas urbanas destacam-se as baratas, ratos, pulgas, formigas, carrapatos, escorpiões, aranhas, percevejos, mosquitos, moscas e os cupins.

Para tanto é recomendada a contratação de uma empresa especializada em controle de pragas que apresente seriedade no trabalho e toda a documentação de atuação atualizada.

As Baratas 

Baratas

Entre os principais organismos carregados por baratas estão as bactérias (causadoras de diarréia, pneumonia, infecções urinárias, conjuntivite, intoxicações alimentares, febre tifóide, etc.) e os vermes.

Além disso, a simples presença de baratas no ambiente pode ocasionar alergias em humanos, sendo de extrema importância, portanto, a prevenção da presença destes seres em ambientes habitados.

Os Ratos

Ratos

Ratos

Organismos causadores de doenças podem ser transmitidos diretamente através da mordida dos ratos, carregados por algum ser que os parasite (pulga, por exemplo) ou até mesmo por contaminação de água ou comida com suas fezes e urina.

A peste bubônica, que devastou a Europa no século XIV matando milhões de pessoas, é causada pela bactéria Yersinia pestis e é transmitida pela pulga que parasita alguns roedores. Até mesmo nos dias atuais, a peste bubônica é motivo de grande preocupação por parte de alguns países.

Já a leptospirose é causada pela espiroqueta Leptospira icterohaemorrhagiae, que é encontrada no sangue e na urina de ratos infectados. A transmissão de tal organismo se dá pelo manejo ou ingestão de algo que esteja contaminado com a urina do rato.

A intoxicação alimentar, causada por bactérias, também pode ser contraída ao se ingerir alimentos contaminados com excreta de roedores doentes.

As Formigas

Formigas

Formigas

É grande, uma vez que são vetores mecânicos de bactérias, vírus e vermes, devido ao fato de também passarem através de locais contaminados.

Já foram encontradas até mesmo bactérias Staphylococcus spp. e Salmonella spp., causadoras respectivamente de infecções e intoxicações alimentares, no exoesqueleto de formigas que estão presentes até mesmo em hospitais.

São, portanto, as principais responsáveis por problemas relacionados à infecção hospitalar e à contaminação de alimentos.

As Pulgas

Pulgas

Pulgas

Além de causar irritações e inflamações, podem, através da sua mordida, injetar patógenos e, consequentemente, transmitir doenças para o hospedeiro ao mordê-lo. Xenopsylla cheopis e Xenopsylla brasiliensis são os mais importantes vetores da peste, tanto de ratos para ratos como de ratos para humanos.

O tifo murino, causado pela Rickettsia typhi é transmitido quando as fezes ou o corpo esmagado da pulga infectada entram em contato direto com feridas na pele

Os Carrapatos

Carrapatos

Carrapatos

Ao morder o hospedeiro, pode injetar uma vasta gama de patógenos, entre vírus e bactérias. A espécie Amblyomma cajennense, também conhecida como carrapato-estrela, é a responsável pela transmissão da bactéria Rickettsia rickettsii, causadora da febre maculosa.

Bastante comum em nosso meio, que preferencialmente parasita do cão doméstico, podendo, no entanto, infestar também outros animais, como gatos e coelhos, e em outros países pode atacar búfalos, camelos, bovinos, cavalos, ovelhas e até morcegos.

Os Escorpiões

Escorpiões

Escorpiões

No Brasil, boa parte dos acidentes com escorpiões se dá com as espécies Tityus serrulatus (também conhecido como escorpião-amarelo), Tityus bahiensis e Tityus stigmurus.

Todas as espécies de escorpiões podem inocular veneno pelo ferrão, a gravidade do envenenamento varia conforme a espécie, o local da picada e a sensibilidade do acidente deve ser avaliado pelo medico, que tomará as decisões sobre o tratamento a ser ministrado.

As Aranhas

Aranhas

Aranhas

Entre as espécies que causam graves acidentes devido à toxicidade de seu veneno estão os indivíduos do gênero Latrodectus (viúva-negra), Loxosceles (aranha-marrom) e Phoneutria (armadeira).

Latrodectus (viúva-negra): em geral, a fêmea é facilmente reconhecível devido a duas marcas vermelhas triangulares localizadas na sua parte dorsal. A sua mordida pode, no início, não ser sentida.

Entretanto, com o passar de algumas horas, a dor poderá começar a se intensificar ao redor do local atingido e até se espalhar para outras partes do corpo (como, por exemplo, as pernas).

Os Percevejos

Percevejos

Percevejos

Apesar de não transmitirem doenças para o homem, os percevejos causam grande desconforto. As picadas podem causar prurido, inchaço e inflamação, levando à irritação da pele e até a uma infecção.

Com o passar do tempo, a exposição constante à saliva injetada durante a sua alimentação pode resultar em uma reação alérgica a picadas em pessoas mais sensíveis.

Os Mosquitos

Mosquitos

Mosquitos

Entre os mosquitos destacamos o Aedes aegypti é o transmissor tanto da dengue como da febre amarela e geralmente se esconde entre plantas ornamentais, atrás de armários ou até mesmo debaixo de camas, depósitos de entulhos, interior de pneus e caixas.

A hematofagia se dá pela fêmea, que possui atividade diurna (o pico de ação geralmente está compreendido entre 16h e 19h) e ataca predominantemente a região das pernas de suas vítimas.

As Moscas

Moscas

Moscas

A mosca doméstica transporta os organismos causadores da febre tifóide (bactéria Salmonella typhi), cólera (bactéria Vibrio cholerae), disenteria (causada por ameba ou bactérias), tuberculose (Bacilo de Koch), entre outros.

 São de extremo perigo caso entrem em contato com humanos devido ao grande risco de contaminação.

Em locais onde houve o controle da população de moscas, como no Texas, notou-se queda na manifestação e morte causada por diarréia, por exemplo.

Os Cupins

Cupins

Cupins

É um inseto predador que se alimenta basicamente de estruturas ricas em celulose, encontrada em madeira, papel, telas, tecidos, gesso e alvenaria.

Toda madeira está sujeita ao ataque de insetos xilófagos (insetos deterioradores de madeira) desde o corte da árvore até ao seu uso final como móveis, batentes, portas, telhados, etc.

Devido ao aumento das áreas urbanas, e a adaptação de algumas espécies de cupins de solo a esses locais, está ocorrendo um aumento significativo dos estragos e prejuízos financeiros que esses insetos vêm causando à população.

 

Web Design: