Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

DENGUE: TIRE SUAS DÚVIDAS AQUI!

Todos contra a DENGUEDengue, um problema ser combatido. O papel da população é fundamental para o sucesso do controle da epidemia da Dengue. Na verdade, as pessoas se preocupam com o problema somente nos períodos de calor, quando o adulto é visto com frequência. Mas, isso não basta. A população deve preocupar-se com o mosquito mesmo no frio.

Nesses meses os mosquitos da Dengue não estão muito ativos em razão das baixas temperaturas, mas seus ovos estão colocados nos abrigos fornecidos pela própria população. Basta um aumento na temperatura e o ciclo completa-se rapidamente e milhares de adultos saem para acasalar e obter um repasto sanguíneo que vai produzir um número sem conta de descendentes. A modernidade trouxe vantagens e desvantagens.
Uma das desvantagens está relacionada com a alimentação e com a variedade enorme de embalagens que consumidas em supermercados. Na verdade, hoje consumimos mais embalagens do que alimentos. Essas embalagens, não tendo um destino adequado, são lançadas em lixões, em redes pluviais, em terrenos baldios.

E basta uma pequena quantidade de água acumulada em uma dessas embalagens para existir um criadouro para o mosquito da Dengue. Isso vai de encontro com as demandas ambientais que colocam o manejo do lixo como um item importante na saúde ambiental. Para a Dengue e para a dispersão do mosquito transmissor essa gestão de resíduos é super importante no objetivo de redução dos casos de Dengue e Dengue hemorrágica no mundo.

Muita atenção deve ser dada a esse assunto. A reciclagem de materiais, a escolha e seleção de produtos que tenham menos impacto no ambiente, a destinação adequada de embalagens, tudo isso é importante para a saúde do ambiente e de tabela, para a redução nos casos de Dengue.

Exemplos de criadouros, pratos de vasos de plantas, vasos de flores na água, pingadeiras, filtros de água, caixa d’água, tambores, bombonas, barris, latas vazias, bebedouros de aves, pneus, garrafas plásticas ou de vidro, potes de alimentos, brinquedos velhos, baldes e bacias sem uso diário, bandejas de geladeira e de ar condicionado, piscina, lona de piscina, piscina infantil, vaso sanitário sem uso, caixa de descarga sem tampa e sem uso, plástico ou lona de cobrir equipamentos, cacos de vidros no muro, ocos de árvores, cercas de bambus, calhas, lajes, ralos, barcos, aquários, copo de água de santo, bromélia, fosso de elevador, masseira (construção).

 

Veja abaixo algumas perguntas e respostas a respeito da Dengue

Todos os repelentes funcionam contra o mosquito da Dengue?

Na verdade, nem todos os repelentes são exclusivos para a Dengue, o ideal é o que tenha a presença de um produto chamado Icaridina, é um produto específico e sim, cria uma modificação no suor e isso acaba sendo literalmente um repelente, então ele é mais eficaz do que os outros repelentes.

Existe vacina para prevenir a Dengue? 

Não existe vacina contra a Dengue. A única forma de controle é através da prevenção e eliminação do mosquito transmissor.

Meus pais e uma irmã tiveram Dengue, podem ter algum agravante ser forem contaminados de novo?

Normalmente quando o indivíduo tem a Dengue, como nós sabemos temos 04 tipos de vírus, se ele adquirir por exemplo, a Dengue tipo 02 ele vai estar imune ao desenvolvimento da doença, então ele tem imunidade.

Porém ele não tem imunidade aos demais, ou seja, a Dengue tipo 01, tipo 03 e tipo 04, então a partir do momento que ele se ele se expuser novamente a outros vírus ele vai desenvolver a doença.

Uma coisa que é importante lembrar que eventualmente o indivíduo que teve Dengue ao se expor ao mesmo pode desenvolver Dengue hemorrágica, mas eventualmente, isso não quer dizer que eu tive Dengue hoje se picado novamente eu vou Dengue hemorrágica.

A Dengue tem tratamento?

Não existe tratamento específico para curar a Dengue. Os antibióticos não ajudam. A droga geralmente utilizada é o Paracetamol para baixar a febre e aliviar as dores musculares e nas juntas. É importante evitar medicamentes como ácido acetil salicílico que podem aumentar o risco de hemorragia.

A receita caseira de repelente que leva álcool, cravo da índia, óleo corporal funciona contra o mosquito da Dengue?

Isso é muito perigoso, como não só não funciona, pode acontecer de riscos de irritação na pele, irritações no nariz, especialmente para aqueles indivíduos que tem problemas no pulmão, como asmas e bronquites. Então muito cuidado.

Procure sim utilizar os repelentes industrializados (vendidos em farmácias), pois eles têm um teor de princípio ativo muito claro e que já foram testados dermatologicamente.

O mosquito da Dengue se reproduz em água suja?

Para que haja viabilidade dos ovos do mosquito da Dengue que foi deposito pela fêmea ela tem ter que o mínimo de teor de oxigênio, então água suja, as insalubres de rios e córregos, efetivamente não vai haver a condição de proliferação do mosquito.

Depois da picada do mosquito, em quanto tempo é possível diagnosticar a Dengue?

Quando a gente chama essa questão da picada e início dos sintomas, nós chamamos isso de período de incubação, geralmente este período ocorre de 03 a 07 dias, podendo ser um pouco mais variável dependendo da pessoa, mas na maioria dos casos é certo que de 03 a 07 dias após a picada surgem os primeiros sintomas.

Quando é que a gente sabe que é Dengue hemorrágica?

A Dengue hemorrágica normalmente vem como uma Dengue clássica, todos os sintomas clássicos, como: dor no corpo, febre, dor de cabeça (é uma dor de cabeça em cima e atrás dos olhos), e existe uma melhora e depois esse indivíduo começa a piorar, como: febre alta, batedeira no peito, dores abdominais (dor de barriga) e com isso são sinais que nós chamamos de sinais de alarme que esse indivíduo tem sim que estar procurando serviço médico com urgência.

O tratamento da Dengue pode ser domiciliar ou necessita de internação hospitalar?

Na maioria dos casos de Dengue o tratamento é domiciliar. A hospitalização deverá ocorrer a critério do médico analisando a evolução do quadro da doença no paciente.

Onde vive o mosquito da Dengue? 

Os mosquitos da Dengue vivem no domicilio do homem. A urbanização frenética que tem ocorrido no mundo nos últimos anos, urbanização sem planejamento prévio, sem saneamento, tem aumentado as chances do mosquito transmissor da Dengue viver no meio urbano. O Aedes aegypti é um mosquito que acasala em ambientes confinados, não depende de enxames para acasalar. A fêmea faz um repasto sanguíneo antes ou após o acasalamento e busca um local apropriado para ovipor. Esse local geralmente congrega condições ideais para sobrevivência da prole. Esse local deve se abrigado, escondido, afastado de predadores (peixes, por exemplo) e com água. O mosquito passa 90% da vida na água e, portanto, necessita desse ambiente para sobreviver.

Os ovos dos mosquitos da Dengue depositados pelas fêmeas ficam aderidos às paredes dos recipientes, próximo à superfície da água. O período de desenvolvimento embrionário dura 2 a 3 dias. As larvas são móveis alimentam-se de detritos orgânicos presentes na água. A duração da fase larval (4 estágios) é de 5 a 10 dias em condições favoráveis de temperatura (25 a 29°). A pupa apenas respira, não se alimenta, movimenta-se e permanece nesse estágio dois dias em média. As fêmeas podem ovipor de 100 a 200 ovos por vez.

Como reduzir a quantidade de mosquitos transmissores da Dengue? 

A forma de reduzir a quantidade de mosquitos transmissores da Dengue é a eliminação de focos e de locais de oviposição. Um mosquito adulto vive pouco, cerca de 30 dias. No entanto durante esse período ele pode localizar diversos locais para ovipor e aí deixar a sua descendência, muitas vezes contaminada com o vírus da dengue. Sendo assim, reduzir as possibilidades de refúgios para oviposição é a principal tarefa e que demandam vigilância permanente. 

O controle químico é válido? Quando ele deve acontecer? Posso controlar de forma química o mosquito da Dengue em minha casa? 

O controle químico do mosquito da Dengue é válido, porém não podemos nos esquecer que o do DDT trouxe como consequência uma linhagem resistente a esses e outros inseticidas. O uso de inseticidas é uma decisão de saúde pública e deve ser tomada considerando monitoramento dos mosquitos transmissores da Dengue concomitante a outras ações. Na minha casa a melhor forma de evitar o mosquito da Dengue é não deixar que ele tenha condições de liberar os seus ovos. Essa é a melhor e mais eficiente contribuição e que produz resultados imediatos e de longo prazo.

Todos os mosquitos estão carregando o vírus da Dengue? Como saber? 

Os profissionais de saúde fazem a vigilância epidemiológica mantém dados que informam a presença do vírus da Dengue na população de mosquitos. Nem todos os mosquitos carregam o vírus da Dengue. Mas a presença do vírus da Dengue em alguns mosquitos já é motivo para uma ação radical.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Design: