Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

Percevejo de Cama: 10 Curiosidades Que Você Precisa Conhecer

10 curiosidades e fatos sobre o percevejo de cama: Percevejo de colchão é um inseto que pode incomodar bastante. Ele é um ectoparasita hematófago, ou seja, que se alimenta de sangue, assim como as pulgas. E o sangue pode ser proveniente tanto de seres humanos como de animais.

Veja também mais informações relacionadas a percevejo de cama: 

Os dois tipos de insetos do gênero mais populares são o Cimex lectularius e Cimex hemipterus. Eles estão presentes em países de todo o mundo, e em alguns locais conseguem gerar infestações gigantescas.   

Apesar de ser um parasita conhecido, ainda existe algumas curiosidades sobre ele que muitas pessoas ainda não conhecem.   

Pensando nisso, A Ribeira Dedetizadora listou abaixo algumas das principais curiosidades sobre percevejo de cama para você se manter informado sobre tudo a respeito desse bichinho que tanto incomoda.   

10 curiosidades que você não sabia sobre percevejos de cama

As pessoas frequentemente se perguntam por que um percevejo não acorda seu hospedeiro humano quando se alimenta. A resposta é que as substâncias da saliva do percevejo agem como um anestésico e promovem o aumento do fluxo sanguíneo no local da picada, tornando o processo de alimentação rápido e quase indolor.   

Percevejos de cama são muito inteligentes, com um instinto de sobrevivência, os percevejos são muito técnicos e espertos. Eles sabem ficar fora do seu alcance durante o dia, escondendo-se em fendas, frestas, móveis, atrás de papéis paredes, colchoes, estrabos da cama, baú, rodapés, atrás de quadros e em molduras.   

Esses insetos sugadores de sangue são atraídos para você por causa do calor do corpo e do dióxido de carbono que você expele. Movendo-se em sua cama ou mobília, eles simplesmente têm acesso fácil a você enquanto você dorme.  

Se você acompanhar as notícias e tiver visto toda a atenção que os percevejos de cama receberam nos últimos anos, você pode pensar que sabe tudo o que há para saber sobre essa praga.  

Eles se alimentam de humanos enquanto dormem, eles causam coceira e inchaços vermelhos, eles são difíceis de se livrar! Mas esses insetos traquinas têm muitos segredos que você pode se surpreender ao aprender. Confira esses fatos estranhos e malucos! Confira:  

01. Não são apenas os percevejos de cama que podem te morder a noite 

Se você for picado a noite, acredite, esse desconforto nem sempre pode ter sido causado por um percevejo de cama. Apesar dele ser um inseto muito comum nas casas, e até mesmo em hotéis e resorts, ele não é o único que se alimenta de sangue humano.  

Vários artrópodes podem picar e deixar aquela marquinha que muitas vezes gera coceira e causa tanto desconforto nas pessoas. As pulgas, por exemplo, são um desses insetos que podem causar essa reação.   

Também não podemos esquecer das aranhas. Contudo, nesse caso é necessário se atentar ao tipo de aranha que lhe picou. Isso porque, dependendo da espécie, você pode vir até a óbito por conta do veneno. É o caso da aranha marrom.   

Então, sempre que isso acontecer, tente observar o local onde a picada aconteceu, bem como o espaço ao redor, para tentar identificar o parasita que provocou a picada.  

02. Os percevejos de cama não são microscópicos 

Apesar de ser bem pequeno, o percevejo de cama não é microscópico. Assim como as pulgas, eles são visíveis a olho nu sem qualquer problema. Basta você saber onde procurar.  

Um macho, por exemplo, na fase adulta pode ter o tamanho de uma lentilha. Já as ninfas têm o tamanho de uma semente de papoula, e podem ficar maiores.   

O que você terá dificuldade de encontrar são os ovos do percevejo de cama. Isso porque eles são do tamanho de uma cabeça de alfinete.  

As ninfas desse tipo de inseto possuem cinco estágios juvenis. E em todos eles a única fonte de alimentação é o sangue.  

Sendo assim, nãos se engane achando que não é possível encontrar esse tipo de parasita em sua cama apenas a olho nu porque o tamanho que eles apresentam permitem esse tipo de identificação.  

Dessa forma, você pode eliminar os percevejos da sua cama e, assim, passar a ter noites de sono mais tranquilas e, principalmente, sem picadas incômodas.  

03. Atualmente as infestações de percevejos de colchão voltaram a acontecer 

Desde 1930 os percevejos de cama estavam desaparecendo dos países de primeiro mundo. Contudo, logo no início do século XXI eles começaram a se proliferar rapidamente.   

Existem relatos deles em todos os continentes, com exceção da Antártica. Nos Estados Unidos, por exemplo, todos os 50 estados possuem relatos desse inseto.  

E o pior de tudo é que as infestações estão aparecendo em todos os lugares. Casas, lojas, escritórios, cinemas e até mesmo no próprio transporte público.  

Segunda uma pesquisa, desde o ano de 2000, foram relatados pelo menos 220 milhões em infestações nos Estados Unidos.   

E no Brasil essa realidade não é diferente. Em vários lugares, existem relatos de pessoas que tem enfrentado problemas por conta da infestação de percevejos de cama.  

04. Casa suja não é sinônimo de percevejos de cama 

Com toda a certeza esse é um dos maiores tabus em relação ao percevejo de cama. Existe esse mito de que esses insetos só aparecem em ambientes sujos.   

Contudo, essa não é uma verdade absoluta. É claro que ambientes sujos e desorganizados são mais propícios a apresentarem infestações como essa, mas esta não é o único fator que provoca esse tipo de problema.   

Locais onde a cama ou os travesseiros não são trocados dentro do período indicado pelo fabricante, também são propícios a apresentar percevejos. Sendo assim, basta ter um ser humano bombeando sangue pelas veias em um lugar do tipo, que é possível que haja um percevejo de cama.   

Logo, se você encontrar esses insetos em um hotel ou até mesmo na casa de um amigo, isso não é sinônimo de falta de higiene. Até mesmo os hotéis de cinco estrelas estão sujeitos a ter esse tipo de problema. Por conta disso é importante fazer a dedetização dos espaços.   

Sua casa pode ser limpíssima, mas se não for dedetizada, corre o risco de ter esses insetos escondidos em algum lugar.   

05. Os percevejos de colchão não “atacam” apenas à noite 

Esse é mais um mito sobre o percevejo de cama. Acredite, esse inseto não é como o morcego. Ele pode “atacar” a qualquer momento do dia.  

Muitas pessoas que sofrem com infestações de percevejos deixam todas as luzes das casas acesas. Isso porque elas têm a esperança de que, assim como as baratas, esses insetos não ataquem com a claridade.   

Mas a verdade é que isso só irá atrapalhar o seu sono e fazer com que a sua conta de energia venha caríssima.   

Os percevejos atacam a qualquer momento, do dia ou da noite. Todavia, eles têm um ritmo de alimentação bem peculiar.   

Geralmente eles se alimentam de uma vez a cada 3 ou 7 dias. Normalmente a alimentação ocorre de madrugada, entre 1 e 5 da madrugada, mas não é uma regra absoluta.  

Esses insetos se enchem de sangue em menos de 20 minutos, e depois retornam para a sua comunidade.    

06. Esses insetos não vivem apenas em colchões 

Mais uma das curiosidades sobre o percevejo de cama é que ele não vive apenas em colchões. Geralmente eles ficam nesse tipo de objeto por conta da proximidade com a sua principal fonte de alimento.   

Afinal de contas, nós seres humanos passamos em média de 7 a 8 horas dormindo. Então para o percevejo é muito prático ficar nesse local.  

Contudo, eles podem se proliferar em uma série de outros locais. Tapetes, closets, guarda-roupas, armários, sofás e até mesmo molduras de quadros podem servir de casa para esses insetos.  

Por conta disso que as infestações podem sair tão caro. Você provavelmente terá que pagar não só pelo controle da praga, mas para substituir uma série de itens, desde roupas de cama, até móveis.   

Logo, é imprescindível que a sua casa seja regularmente dedetizada. Essa é uma das maneiras mais fáceis de evitar que o percevejo de cama acabe tomando conta de tudo e destruindo boa parte do seu patrimônio.   

07. Provavelmente você não vai sentir a picada de um percevejo de cama 

Ao contrário de insetos maiores, como aranhas, que é fácil sentir a picada, dificilmente você vai sentir dor se um percevejo de cama te morder. Para começar, o tamanho dele não possibilita que ele gere um grande desconforto.  

Além disso, esse inseto libera uma espécie de anestésico quando morde. Ou seja, a região ficará levemente anestesiada e provavelmente você não vai sentir nada.   

O que geralmente incomoda as pessoas não é a picada do percevejo de cama em si, mas as reações alérgicas depois que ela acontece.  

A reação mais comum é o surgimento de pequenas lesões de cerca de 5 mm. Caso haja uma grande quantidade de mordidas em um local específico, vai parecer que você tem uma erupção generalizada.   

Geralmente a pessoa também sente muita coceira no local onde a picada ocorreu. Em alguns casos, isso pode desencadear uma infecção bacteriana, pois quando você coça e arranha a região, ela abre portas para a entrada de vários tipos de agentes nocivos.   

Por isso, se sentir coceira em alguma região do corpo que seja visível, tente observar primeiro, para ver se não existe alguma lesão no local provocada por picada de inseto.   

E caso haja, procure aliviar o desconforto sem provocar arranhaduras na pele. Esse cuidado simples pode evitar problemas muito mais sérios e que podem colocar em risco a sua saúde.  

08. Percevejos de cama não voam  

Mais uma das curiosidades sobre o percevejo de cama é que ele não voa. Inclusive, há um mito entre muitas pessoas, que acreditam que esses insetos podem saltar do chão para a cama.  

Eles podem até chegar do chão a sua cama, mas não saltando ou voando. A caminhada é o único meio de locomoção desses insetos. Ou seja, a não ser que ele suba pela perna da sua cama, dificilmente ele vai chegar até ela.  

Outra coisa que pode acontecer é que esses bichinhos conseguem subir nas paredes e tetos e cair nos móveis. Por conta disso tanta gente reclama de deixarem a cama longe do chão, mas mesmo assim têm problemas com infestações.  

09. Percevejos de cama não transmitem doenças para as pessoas 

Muita gente confunde o percevejo de cama com o mosquito. Várias espécies de mosquito podem realmente transmitir doenças, é o caso do Aedes aegypti, que transmite dengue, Zica e Chicungunha.   

Já os percevejos não fazem isso. Sim, eles podem carregar pequenas partículas infecciosas, contudo, as chances de transmissão de vírus diretamente para os humanos são quase zero.  

Contudo, mesmo não transmitindo doenças eles ainda representam um risco a saúde. Afinal de contas, uma parcela da população pode ter reações alérgicas fortes quando picada.    

Além disso, também é necessário lembrar que outras infecções podem surgir por conta da picada do percevejo. Quando você cossa o local onde foi mordida, abre chances para uma série de bactérias entrarem no seu organismo.   

10. Os percevejos de cama podem ficar até três meses sem se alimentar 

Essa é uma das coisas mais interessantes, e até mesmo assustadoras, sobre o percevejo de cama. Assim como todos os insetos, ele possui o sangue frio.   

Isso quer dizer que se as temperaturas caem, a temperatura corporal dele também fica mais baixa. E com isso o metabolismo se torna mais lento.   

Por conta disso ele pode ficar até três meses sem se alimentar, apenas inerte em um local. Contudo, a alimentação deles é parte fundamental do ciclo de vida.   

Eles precisam do sangue para todos os seus estágios de vida. Principalmente para a reprodução. Por conta dificilmente esse inseto ficará tanto tempo sem se alimentar.   

O percevejo de cama é um bichinho que pode gerar muito incômodo. Por conta disso, sempre faça a dedetização dos ambientes onde vive para evitar proliferações.   

É permitida a reprodução parcial ou total deste conteúdo em outros sites e/ou blogs desde que mencionada a fonte – Fonte: Ribeira Dedetizadora – https://www.ddribeira.com.br/ 

Compartilhe!

Web Design: