Quer contratar a Ribeira Dedetizadora e Desentupidora?Solicite um orçamento!

9 Sinais de Infestação de Cupins: Como Reparar o Dano de Cupim?

Saber como identificar sinais de infestação de cupins é fundamental para quem deseja garantir que a casa e os móveis fiquem intactos. Esse tipo de praga pode comprometer a sua residência em pouquíssimo tempo, e até mesmo colocar a sua família em risco.

E o grande problema é que muitas pessoas só percebem a infestação de cupim quando ela já está grande demais. Isso acontece porque esses insetos tendem a manifestar a sua presença depois que já estão há algum tempo instalados.

Ou seja, cupins podem ficar escondidos por um bom tempo, causando uma grande devastação até que você perceba o que está ocorrendo.

Veja também:

Como identificar infestação de cupim

Como matar cupim de madeira seca

Como eliminar cupins subterrâneos ou de solo

Como tratar árvore com cupim

Como os Cupins Vivem?

Os cupins são insetos que gostam de se esconder. Eles adoram ficar em estruturas de madeira, principalmente em buracos e frestas de difícil acesso. E esse é um dos fatores que torna o seu extermínio mais difícil.

E os sinais de infestação de cupins também costumam aparecer posteriormente, o que é outro fator que gera complicações nesse caso.

Esses insetos adoram ficar em locais escuros, quentinhos e úmidos. Esse é o ambiente ideal para eles se reproduzirem e aumentarem a infestação.

Aqui no Brasil, muitas pessoas ainda não dão a devida atenção a esse tipo de problema. E isso acaba gerando quadros graves onde as estruturas das residências são completamente danificadas.

Nos Estados Unidos, tanto os norte-americanos como o Governo levam o assunto muito a sério. Isso porque o país registra danos médios de US $ 5 bilhões por ano por causa desses insetos. Logo, quando sinais de infestação de cupins são identificados, providências são tomadas imediatamente.

Esses insetos são bem pequenos e possuem um corpo branco. Com isso, fica mais difícil identifica-los. Assim como acontece com as formigas, eles vivem em sociedade, nas chamadas Colônias.

Durante a época de acasalamento os cupins desenvolvem asas para voarem e se acasalarem. E assim que o período termina e o processo de reprodução começa, eles perdem essas asas.

Depois, eles tendem a criar novas colônias com novos reis e rainhas. E esse ciclo se repete até que a infestação se torne gigantesca.

Por conta disso que é tão importante ficar atento aos sinais de infestação de cupins. Se você não prestar atenção, corre o risco de ter toda a estrutura da sua casa comprometida.

Observando os sinais logo na fase inicial, é bem mais fácil combater esses visitantes indesejados, e até mesmo se prevenir de novas infestações.

Conheça os Principais Sinais de Infestação de Cupins?

Existem vários sinais de infestação de cupins. Alguns deles podem ser vistos com facilidade durante o seu cotidiano. Já outros necessitam de uma atenção bem maior.

E para te ajudar, nós separamos 9 desses sinais. Confira:

1. Abrigos de Cupins no Formato de Tubos

Um dos principais sinais de infestação de cupins são pequenos tubos que aparecem em fundações, paredes e madeiras. Eles nada mais são do que abrigos para os isentos.

Esses tubos são o ambiente perfeito para a multiplicação de cupins. Isso porque eles reúnem as características ideais para a sua reprodução em grande escala, ou seja, são escuros, quentes e bem úmidos.

Geralmente esses tubos são usados como local de armazenamento de comida, ou para que os insetos novos possam se desenvolver até chegar a vida adulta e se reproduzirem. 

Os tubos também servem como abrigo para possíveis predadores. Essas estruturas geralmente são construídas a noite, o que dificulta a identificação.

E elas podem ser feitas de argila ou barro, fazendo uma espécie de camuflagem natural. Ou seja, você precisará prestar muita atenção para conseguir identifica-los. 

Mais uma das coisas que pode tornar a identificação dessas estruturas difícil é que elas costumam ter menos de 10mm. Mas, existem alguns tubos de cerca de 50mm. Esses são usados como vias de transporte de alimentos para soldados e trabalhadores.

Quanto maior a quantidade de tubos do gênero, pior, pois indica uma grande infestação.

Para identificar esse sinal é necessário fazer uma observação atenta em rodapés, madeiras, locais com entulhos, ou até mesmo paredes com uma parte no subterrâneo.

2. Sinais de Túneis Subterrâneos

Outro dos sinais de infestação de cupins são os chamados tubos subterrâneos. Essas estruturas são feitas por espécies que preferem usar o solo para transportar alimentos e se locomover.

E embora eles não sejam tão visíveis quanto os tubos anteriores, esses tubos também geram prejuízos!! Isso porque, as pessoas dificilmente escavam perto de suas residências e verificam se existem túneis no solo.

Dessa maneira, os insetos conseguem agir de forma silenciosa. E quando você der por si, toda sua residência estará infestada.

Geralmente os túneis apresentam cerca de 20 cm de profundidade, e podem chegar a um raio de 50 metros.

3. Colônias de Cupim em Árvores

Sua casa tem um espaço super arborizado que por anos sempre foi lindo, mas, que ultimamente tem apresentado problemas? As árvores parecem doentes, com as cascas caindo e até mesmo galhos quebrando com facilidade?

Esse é mais um dos sinais de infestação de cupins. Algumas espécies desse inseto gostam de criar suas colônias em árvores. E esse também é um grande problema por conta das raízes que podem facilmente levar até o subsolo da sua casa.

Dessa maneira, a estrutura da sua residência começa a ser consumida por baixo.

Mar por que esses insetos gostam de fazer colônias em árvores? A respostas é simples, eles têm uma fonte de alimento fácil e bem acessível.

As árvores são um prato cheio para esses invasores. E dependendo do tamanho dela, você pode estar sofrendo sérios riscos.

Existem muitos casos de quedas de árvores por conta de infestações de cupins. Por isso é fundamental ficar atento aos sinais de infestação de cupins.

Os insetos também tendem a estar nesse tipo de local por conta do espaço. Uma única árvore de médio porte já traz um grande espaço para que eles se multipliquem sem controle.

O único problema das árvores é que elas também possuem predadores naturais dos cupins, tais como aranhas, besouros, vespas e nematoides.

Geralmente, quando os cupins encontram um predador, a classe de alados faz um corte na casca da árvore para sair e atrapalhar a “luta”. Depois que o predador vai embora, a classe de trabalhadores tampa o buraco, deixando tudo como estava antes. 

E acredite, o trabalho desses invasores é de dar inveja a qualquer empreiteira. Em uma única noite eles podem tapar completamente milhares de buracos, camuflando totalmente a sua presença.

Uma dica para você identificar se a sua árvore tem colônias de cupins é bater nela de leve com a mão fechada ou um martelo. Se o som que sair for oco, pode ter certeza que ela está infestada.

Outra alternativa é tirar um pequeno pedaço da casca. Logo de cara você conseguirá ver os rastros abertos pelos insetos, e até mesmo algumas trabalhadoras.

4. Montes de Barro

Mais um dos sinais de infestação de cupins são os famosos montes de barros. Normalmente eles são vistos em áreas mais selvagens, como em florestas, por exemplo.

Isso porque o nível de infestação precisa ser bem grande para que os insetos consigam montar essa estrutura.

Mas, em muitos casos é possível ver pequenas porções de terra do gênero próximas de paredes. Geralmente, elas são encontradas próximas de paredes, e isso é um sinal bem sério.

Isso porque se os montes já estão na parte de cima do solo, há grandes chances dos cupins já estarem perto das fundações da casa. Se você conseguir abrir um desses montes, verá que eles são repletos de tubos horizontais.

Eles são produzidos pelos alados, justamente para serem usados em lutas contra predadores. Sem sombra de dúvidas esse é considerado um dos sinais de infestação de cupins mais importantes, uma vez que indica claramente a gravidade da situação.

Se você vir qualquer monte do gênero ao redor da sua casa, perto das paredes externas, o melhor a se fazer é chamar um serviço de dedetização urgente.

5. Pó de Madeira e Ruídos

O Pó de madeira é mais um dos sinais de infestação de cupins. Ele é comum por que os insetos acabam perfurando o interior de madeiras, gerando assim esse pó.

Por fora a madeira pode até mesmo parecer intacta. Mas por dentro sua estrutura já está comprometida. Por conta disso que identificar infestações pode ser tão difícil.

Existem vários métodos de escavação que podem ser usados por esses visitantes indesejados. E eles variam conforma a espécie.

Algumas espécies fazem galerias gigantescas dentro das estruturas de madeira. Em alguns casos, é possível até mesmo ouvir ruídos nos locais com infestações deles.

Se você está vendo pó de madeira no chão da sua casa, mas o piso e as paredes são de alvenaria, há grandes chances dos cupins estarem na estrutura do teto. E isso é um grande perigo.

Conforme eles comem a estrutura interna da madeira, vão deixando ela cada vez mais fraca. E uma hora a tendência é que o peso faça ela ceder.

Uma das dicas para saber se o pó de madeira é realmente sinal de cupis, é bater a mão fechada contra a madeira. Se você escutar um som oco, pode ter certeza que ali há uma colônia.

Além disso, você pode encostar o seu ouvido diretamente na madeira e escutar atentamente. Dependendo do tamanho da infestação, é possível ouvir a classe de soldados batendo as mandíbulas contra a madeira. Mas nesse caso é necessária muita atenção.

6. Sinais de Excrementos de Cupins Perto da sua Residência

Um dos sinais de infestação de cupins que também merece destaque é se encontrar excrementos perto da sua residência, ou até mesmo no interior dela. Esses parasitas são bem pequenos, mas, em grandes quantidades são fáceis de serem vistos.

Se você está sofrendo com uma infestação de cupins, provavelmente irá encontrar esses resíduos nos locais com maior volume de madeira, como porões e sótãos. Além disso, você também pode encontrá-los em soleiras de porta.

Ao encontrar esse tipo de sinal o ideal é já tomar providências imediatas. Seja utilizar métodos caseiros de combate desse tipo de inseto, ou chamar uma empresa especializada no assunto.

7. Asas de Cupim

Como dito anteriormente, perto da época de reprodução os cupins desenvolvem asas. Eles voam e se acasalam e depois perdem essas assas e partem para a próxima etapa, que é formar suas próprias colônias.

Logo, um dos sinais de infestação de cupins é justamente ver várias asas no chão. Muita gente acaba confundindo-as com asas de formigas. Mas a estrutura é diferente, e a tendência é que as asas apareçam logo após a primavera, que é a época de acasalamento dos insetos.

Mas como as asas podem ser muito parecidas com as das formigas, o ideal é procurar um especialista. Ele poderá indicar de qual espécie elas são, e assim já indicar o melhor método para você se livrar da infestação de uma vez por todas.

8. Sinais de Madeira Oca e Pisos Irregulares

Os cupins são trabalhadores bem eficazes. Em pouco tempo eles podem comprometer estruturas inteiras, até mesmo de madeira maciça.

Mais um dos sinais de infestação de cupins é encontrar madeiras ocas ou pisos de madeira irregulares na sua residência. Esse é um sinal claro de que existe algum problema estrutural.

Uma vez que os cupins se alimentam de madeira, eles tendem a deixar essas estruturas frágeis. Dessa maneira, além de cederem facilmente, você pode identificar sons ocos ao bater.

O mesmo pode ocorrer com tetos e móveis de madeira. Esse é um dos maiores perigos de não tratar de uma infestação de cupins de forma fácil e eficiente. Quando você der por si, praticamente toda a sua casa já foi comprometida.

9. Ninhos de Cupins em Entulhos

Por fim, mais um dos sinais de infestação de cupins é encontrar ninhos em entulhos, principalmente próximos de árvores. Se você fez uma reforma recente, por exemplo, e colocou uma caçamba de lixo do lado de fora, há grandes chances dos insetos terem infestado o local.

Além disso, é muito comum que eles se instalem em árvores e estruturas antigas. E isso também é um grande perigo. Aqui para identificar infestações o melhor a se fazer é usar o método do som.

Ou seja, dar leves batidas em uma madeira. Se o som que sair for oco, porque o local está infestado.

Reconhecer os sinais de infestação de cupins pode ser uma tarefa difícil. Principalmente levando em conta que a grande maioria é bem discreta.

Contudo, dando uma atenção especial e sabendo o que e onde procurar, será mais fácil verificar se você realmente está sofrendo com uma infestação. Na dúvida o melhor é sempre chamar um profissional para avaliação completa.

Como Reparar os Danos Causados Pelos Cupins?

Agora que você já sabe quais os principais sinais de infestação de cupins, vamos mostrar como reparar os danos causados.

A primeira coisa é entender o modus operandi de cupins. Depois de se alimentarem, eles tendem a procurar locais sem fonte de alimentação para se reproduzirem.  E nesse processo vão criando as imensas galerias que comprometem diretamente as estruturas de uma residência.

Depois eles se reproduzem, criam novas colônias, e recomeçam o ciclo.

O que muita gente não sabe é que existem algumas maneiras de controlar esses dados, de modo que eles não fiquem gigantescos. As principais diferenças entre as técnicas são preço e método.

Cada opção pode ser usada em um grau específico de infestação. Por isso separamos os diferentes graus de danos, e o que pode ser feito em cada um deles.

1. Dano de Cupim Não Invasivo

Os danos não invasivos são aqueles encontrados na superfície de estruturas e até ao redor da sua casa. Geralmente isso indica que os cupins ainda não penetraram as estruturas e ainda não causaram danos extenso.

De maneira geral esse tipo de problema é mais fácil de ser remediado. Apenas usar terra diatomácea pode ser o suficiente.  Esse é um método muito eficaz e pouco agressivo, ideal para casas com animais ou crianças.

1.1 Reparo da Infestação de Cupim

A terra diatomácea consegue retirar a camada de proteção dos insetos. Dessa maneira, eles não conseguem reter água e secam até morrer.

Essa não é uma substância toxina para humanos e animais domésticos. Logo, você pode espalhar onde encontrou os danos visíveis.

Outra maneira de reparar os danos e até mesmo evitar uma infestação maior é usar “endurecedores de madeira”. Basicamente eles são adesivos que tratam a madeira, deixando ela mais forte e resistente.

É possível encontrar uma grande variedade de endurecedores, para diferentes graus de danos e tipos de madeira. O ideal é ir diretamente em uma loja especializada no assunto para adquirir o produto. Dessa forma, será possível obter indicações sobre a melhor alternativa para o seu caso.

Uma terceira alternativa para essa categoria de danos é usar “selador de madeira”.  Eles selam completamente o material, impedindo que o oxigênio entre nele. Dessa maneira, mesmo que alguns cupins já tenham entrado na madeira, eles serão mortos rapidamente pela falta de oxigênio.

2. Dano de Cupim Levemente Invasivos

O segundo tipo de dano é o levemente invasivo. Para identificar esse grau de infestação um dos sinais é o grande volume de fezes em várias áreas. Muito pó de madeira também é um indicativo desses dados.

Em teoria, essa infestação não é tão grave. Contudo, ela pode se tornar se você não tratar de tudo rapidamente. Lembre-se, quanto mais você demorar para tratar da situação, mais grave o caso vai se tornar.

2.1 Método de Reparo do Ataque de Cupim

Nesse caso, o principal método de reparo envolve a remoção da superfície superior infestada. No caso de solos, isso é feita com uma pá, mas em madeiras é necessário usar uma serra ou lixa.

É preciso lixar toda a parte danificada. Pense na infestação de cupins na madeira/solo como fungos em uma fruta. Você precisa ter certeza que retirou toda a parte infectada, caso contrário voltará a ter problemas.

No caso dos solos, depois da retirada daquele afetado é indicado fazer o tratamento do terreno, e depois repor com solo novo.

Já em madeiras, depois de fazer todo o processo de lixar, é possível usar enchimentos. Eles vão deixar a estrutura com cara de nova, como se nunca alguém tivesse tirado um pedaço.

Assim que o enchimento ficar seco, é necessário polis a madeira. Assim você garante que todo irá ficar no lugar.

Você pode encontrar produtos de enchimento de madeira em lojas de materiais de construção. E o melhor de tudo é que eles já vêm com todas as instruções de uso.

Uma coisa importante depois de reparar madeira e solo e tomar cuidado com períodos mais úmidos.  Isso porque esses insetos são atraídos pela umidade.

Logo, é essencial verificar periodicamente se está tudo certo.

3. Danos de Cupins Invasivos nas Estruturas

Essa é a categoria mais grave, e geralmente a que as pessoas mais encontram. Nesse caso a infestação de cupins já está gigantesca e comprometeu a estrutura.

Os sinais de infestação de cupins nesse nível são bem mais fáceis. A madeira tende a mudar de cor, você pode ouvir sons ocos ao bater nela, e é possível até mesmo ver os insetos quando o ambiente está mais claro.

Além disso, é possível encontrar muito pó de madeira, além de vários furos nas superfícies. Quando a situação chegou a esse ponto, os métodos caseiros já não são tão eficazes. O ideal é chamar ajuda profissional.

3.1 Estratégia de Reparo

A estratégia básica de reparo e combate nessa situação é começar removendo completamente o que foi afetado. Isso pode gerar um baque financeiro, mas é necessário.

Se um único casal de cupins ficar no local, você já terá uma nova infestação.

Além da madeira, é comum que encanamentos e fiações afetadas tenham que ser removidas. Uma vez que todas as estruturas danificadas tenham sido removidas, é feita uma avaliação minuciosa.

É essencial que ela seja feita por profissionais. Apenas eles conseguirão identificar sinais de infestação de cupins remanescentes. Em seguida, é feita a dedetização.

O método vai depender muito dos estragos feitos e do seu orçamento. Somente então é indicado repor móveis que tenham sido descartados por conta de danos, e até mesmo refazer partes da estrutura.

Métodos Alternativos de Extermínio e Reparo de Danos de Cupins

Claro que existem vários métodos de extermínio e reparo alternativos. Geralmente eles são escolhidos por pessoas que desejam menos custo e mais praticidade.

Um dos mais populares é o uso do termiticida. Esse é um tipo de inseticida que deve ser pulverizado ao redor de onde existe uma infestação.

Uma vez que os insetos comem a madeira que foi pulverizada com esse produto, morrem por conta do veneno. Contudo, esse tipo de método pode ser perigoso para quem não tem experiência nenhuma no assunto, ou tem crianças e animais domésticos em casa.

Outra vantagem desse método é que ele cria uma barreira no local de aplicação. Esse produto está disponível nas opções repelente e não repelente. Ou seja, um apenas repele enquanto o outro efetivamente mata.

Mais uma das alternativas para quem deseja exterminar os cupins é a colocação de armadilhas. Elas funcionam de uma maneira bem específica.

O objetivo não é prender os insetos nela para remoção. Na verdade, os cupins comem o veneno e depois voltam para sua colônia.

Conforme eles andam pela colônia, acabam espalhando veneno por toda parte. Assim, em pouco tempo colônias inteiras são destruídas.

Mas o ideal é que se você usar essa opção, você procure profissionais em dedetização. Isso porque eles conseguirão identificar com mais facilidade os locais próximos de colônias onde as armadilhas devem ser colocadas.

Além disso, eles também irão indicar o melhor tipo e nível de veneno, conforme o grau da infestação. Um dos maiores riscos que você pode ter ao usar armadilhas sem orientação profissional é de acabar usando doses grandes demais.

Isso pode desencadear até mesmo intoxicações.

De maneira geral, o método alternativo mais seguro de ser usado é a terra diatomácea. Com ela, você consegue matar os cupins aos poucos. Contudo, ela não atinge diretamente as colônias.

Então, dependendo do grau de infestação apenas ela não será o suficiente.

É muito importante que você procure a opinião de um profissional ao identificar sinais de infestação de cupins. Ele poderá avaliar com calma o tipo de infestação que você está tendo, o grau de danos que já foram causados, e a melhor alternativa de extermínio com base no seu orçamento e necessidades.

Conclusão

Observar os sinais de infestação de cupins é essencial para garantir que você não tenha problemas estruturas ou em móveis da sua casa. Tenha em mente que apesar desses insetos não causarem nenhum mal gravíssimo em humanos, como acontece com abelhas e aranhas, eles continuam a ser perigosos.

Isso porque, eles são totalmente silenciosos. Muitas pessoas, quando dão por si, já estão com as casas inabitáveis por conta desses insetos.

Logo, é importante se manter atento aos sinais de infestação de cupins. Assim que você identificar qualquer um deles, é chamar um profissional para dedetizar completamente o local.

Existem vários métodos caseiros que podem ser utilizados. Contudo, dependendo do tamanho da infestação, eles não serão suficientes.

E em nenhuma hipótese recomenda-se fazer uma dedetização por conta própria. Nesse tipo de processo são usados inúmeros produtos químicos altamente perigosos, que podem gerar intoxicações graves.

Então, o melhor a se fazer ao identificar sinais de infestação de cupins, é chamar um profissional.

É permitida a reprodução parcial ou total deste conteúdo em outros sites e/ou blogs desde que mencionada a fonte – Fonte: Ribeira Dedetizadora – https://www.ddribeira.com.br/

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Design: